XIV ENCONTRO PAULISTA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

XIV ENCONTRO PAULISTA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

online Este é um evento online

O evento já encerrou

Separamos alguns eventos que você irá gostar

Evento online

II Simpósio Brasileiro de Biogeografia

Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2024

III Encontro dos Professores, Pesquisadores, Estudantes, Egressos e comunidade em torno do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEM) da Unesp de Rio Claro - Abrangência: Internacional

Quinta-Feira, 23 de Maio de 2024

Rio Claro, SP

Evento online

III Congresso Internacional Educare + Educere: formação de professores para o século XXI

Terça-Feira, 5 de Dezembro

V CIHPN

Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Brasília, DF

{{'Receba_os_melhores_eventos_da_sua_area' | translate}}

{{'Receber_eventos' | translate}}

Transmissão da Conferência de Encerramento - Faceebook

Acompanhe a  transmissão do encerramento do XIX EPEM no Facebook: https://www.facebook.com/sbemsp/

ESTANTE VIRTUAL

Visite a Estante Virtual do XIV EPEM e confira algumas das publicações 

de nossos associados!

Você poderá assistir a breves vídeos criados pelos autores e também acessar os pontos de vendas por meio do QRCode localizado junto à capa do livro.


Prestigie nossos colegas e visite este espaço preparado para você!


ACESSE AQUI!

EPEM e sua história

O Encontro Paulista de Educação Matemática (EPEM) é organizado pela Sociedade Brasileira de Educação Matemática – Regional São Paulo (SBEM-SP) como uma oportunidade de promover o diálogo entre pesquisadores, alunos de graduação e de pós-graduação e professores do Ensino Superior e da Educação Básica.

Historicamente, o EPEM é um evento itinerante que percorre as cidades do estado de São Paulo, e conta sempre com uma instituição de ensino superior local como instituição parceira da SBEM-SP e promotora do evento. O EPEM começou sendo realizado a cada dois anos, e depois de algumas edições passou a ser realizado a cada três anos, periodicidade que é adotada atualmente. O I EPEM, realizado na cidade de Campinas, em 1989, na Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUC/Campinas, marcou uma nova etapa de pesquisas na área da Educação Matemática, tanto no estado de São Paulo quanto no Brasil. Em 1991 foi realizado o II EPEM, na cidade de São Paulo, nas dependências da Universidade de São Paulo – USP. Em 1993 a UNESP de Bauru foi a sede do III EPEM, e no ano de 1996 a PUC/SP, localizada na cidade de São Paulo, foi a universidade escolhida para sediar o IV EPEM. Em 1998 a UNESP de São José do Rio Preto foi quem realizou o V EPEM, e a cidade de Catanduva, em 2001, representada pelo Instituto Municipal de Ensino Superior, foi a cidade de realização do VI EPEM. Em 2004, novamente na USP, na cidade de São Paulo, foi realizado o VII EPEM, e a cidade de São Paulo também foi palco da realização do VIII EPEM, que ocorreu em 2006, na Universidade Cruzeiro do Sul – UNICSUL. Em 2008 foi a vez da UNESP de Bauru realizar um EPEM pela segunda vez; lá foi realizado o IX EPEM. Em 2010, pela primeira vez, a Universidade Federal de São Carlos – UFSCar ficou responsável por uma edição do EPEM, e lá, então, foi realizado o X EPEM. O XI EPEM, realizado em 2012, também ficou sob a responsabilidade de uma instituição que já havia sido palco de uma edição anterior: a UNESP de São José do Rio Preto. O XII EPEM, realizado pela primeira vez nas dependências de um Instituto Federal de São Paulo,  foi realizado em 2014, na cidade de Birigui. Após passar por diversas instituições pelas cidades do interior de São Paulo, em 2017 o EPEM retornou para a cidade de  São Paulo e, assim, o XIII EPEM foi realizado na Universidade Cidade de São Paulo – UNICID. Chegamos em 2020, e dessa vez seria a vez de uma edição do EPEM ser realizada na região do ABC Paulista, nas dependências da Universidade Federal do ABC – UFABC. Entretanto, o atual cenário que enfrentamos em nosso país e no mundo tem nos impostos mudanças de hábitos e adaptações em nossa vida pessoal, profissional e acadêmica. Em tempos de isolamento social, e de uma pandemia ainda fora de controle, a adoção de um formato remoto para a realização do evento se tornou a única possibilidade de realizá-lo neste ano. Sendo assim, o XIV EPEM será realizado em 2020, nos dias 23 e 24 de outubro, em um formato on-line, com a colaboração da UFABC, que atuando como parceira na Comissão Organizadora, juntamente com a Comissão Científica do XIV EPEM, definiu como norteadora para o evento a temática “Educação Matemática e Políticas Públicas: múltiplos diálogos com a Educação Básica". 

O novo formato do EPEM, aliado ao atual momento pelo qual passamos, nos traz grandes expectativas quanto à sua realização. Esperamos atender e superar tanto as nossas expectativas quanto as de nossos colegas, e contamos com a presença de todos para que esta edição do EPEM se consagre como uma edição muito especial a todos os participantes.

Sejam bem-vindos ao XIV EPEM!

SBEM-SP

Diretoria Regional 

 

Palestrantes

{{item.nome}}

{{item.nome}}



Datas Importantes

01.07.2020 – Abertura das inscrições e da submissão de trabalhos.


15.08.2020 – Prazo final para submissão de trabalhos.


02.07.2020 a 31.08.2020 – Período de avaliação dos trabalhos submetidos.


10.09.2020 – Data limite para envio dos pareceres aos autores.


20.09.2020 – Data limite para a devolutiva dos trabalhos revisados pelos autores.


09.10.2020 – (novo prazo) Divulgação dos trabalhos aprovados e indicação das Salas de Apresentação.


09.11.2020  Disponibilização dos Certificados.


Em breve – Disponibilização dos Anais do XIV EPEM.

Programação do XIV EPEM

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Orientações e Templates para Submissão de Trabalhos

Antes de submeter seu trabalho para avaliação atente para 

as orientações descritas a seguir: 

 

  • Leia atentamente as ementas dos Eixos Temáticos para identificar em qual deles o seu trabalho se vincula. É possível que seu trabalho se enquadre em mais de um Eixo, entretanto você deverá optar por apenas um. 

 

  • Para submeter o trabalho é necessário que o(a) autor(a) e coautor(a) tenham realizado a inscrição e o respectivo pagamento da taxa de inscrição. Em nenhuma hipótese o valor pago da taxa de inscrição será devolvido. O pagamento da taxa permite que o(a) autor(a) e coautor(a),  além de submeter o trabalho, participem das demais atividades do evento, como as conferências e as palestras, por exemplo. 

 

  • Serão aceitos no máximo 5 (cinco) trabalhos submetidos por participante, seja como autor(a) ou coautor(a). 

 

  • Todo trabalho submetido será avaliado pela Comissão de Pareceristas do XIV EPEM, a qual utilizará um formulário específico para analisar o trabalho e emitir a decisão de avaliação. 

 

  • É prerrogativa dos Coordenadores de Eixos deslocarem um trabalho submetido ao seu Eixo para um outro Eixo, caso o coordenador entenda que o trabalho não atende as características do Eixo para o qual originalmente foi enviado, e de forma mais adequada pode ser avaliado em um outro Eixo. 

 

  • Somente será aceito o trabalho que estiver de acordo com as normas detalhadas nos templates, e o arquivo a ser submetido não deve ser superior a 10 Mb. 

 

  • O trabalho aprovado deverá ser apresentado em uma das Salas de Apresentações de Trabalhos. A relação dos trabalhos, separados por Sala, será divulgada com antecedência na página do evento. Ressaltamos que para que o trabalho seja publicado nos Anais do XIV EPEM é obrigatório que ele tenha sido apresentado na Sala indicada. 

 

A submissão de trabalho poderá ser feita para as seguintes modalidades: Comunicação Científica ou Relato de Experiência. A seguir descrevemos as normas específicas para cada uma das modalidades. 

 

COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA (CC)

O texto da modalidade Comunicação Científica precisa apresentar resultados parciais ou finais de pesquisas científicas na área da Educação Matemática, podendo ser uma pesquisa de natureza teórica ou empírica. O texto deve ser organizado no mínimo em 8 páginas e no máximo 12 páginas, do título às referências. Para fazer o download do template (modelo) para submissão do seu texto, já na extensão doc, clique na indicação abaixo. A digitação do texto deve, necessariamente, ser feita no template. Acessando o template você terá todas as orientações quanto às exigências de formatação do texto. 

 

                              Template para Comunicação Científica:  Download

 

RELATO DE EXPERIÊNCIA (RE)

 O texto submetido para esta modalidade precisa apresentar uma reflexão sobre uma ação ou sobre um conjunto de ações que versem sobre Educação Matemática. O texto pode abordar, por exemplo, uma prática de sala de aula ou de formação de professores, ou mesmo promover uma reflexão sobre a elaboração e  desenvolvimento de recursos e materiais para o ensino e aprendizagem da matemática. O texto deve ser organizado no mínimo em 6 páginas e no máximo em 10 páginas, do título às referências. Para fazer o download do template (modelo) para submeter o seu texto, já na extensão doc, clique na indicação abaixo. A digitação do texto deve, necessariamente, ser feita no template. Acessando o template você terá todas as orientações quanto às exigências de formatação do texto. 

 

                              Template para Relato de Experiência:  Download 



EIXOS TEMÁTICOS


Os trabalhos submetidos deverão ser indicados, no ato da submissão, para um dos Eixos Temáticos abaixo descritos: 

 

Eixo 1: Avaliação da Aprendizagem em Educação Matemática 

Coordenador: Adilson Dalben (UNISAL)


Ementa: Este eixo tem por objetivo contemplar os trabalhos que envolvem investigações, estudos e experiências a respeito dos procedimentos e instrumentos de avaliação que ocorrem em instituições escolares, em especial, tanto os que envolvem a avaliação da aprendizagem em matemática nos diferentes níveis e modalidades de ensino e quanto a avaliação em larga escala, como a Prova Brasil, SAEB, ENEM, PISA, e outros.


Eixo 2: Recursos Didáticos para a Educação Infantil, Anos Iniciais, Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio

Coordenadoras: Ana Paula Jahn (USP); Norma Suely Gomes Allevato (UNICSUL)


Ementa: Este eixo destina-se aos estudos e experiências que abordam o uso de diferentes recursos didáticos na organização e no desenvolvimento do trabalho pedagógico, tais como jogos, recursos lúdicos, materiais impressos (livros didáticos ou paradidáticos, materiais didáticos institucionais, entre outros), materiais manipuláveis, materiais produzidos para atividades em laboratórios  e demais recursos utilizados no processo de ensino e de aprendizagem da matemática por professores e estudantes dos diferentes níveis e modalidades de ensino.


Eixo 3: Tecnologias Digitais em Educação Matemática

Coordenadora: Rubia Barcelos Amaral (UNESP/RIO CLARO)


Ementa: Este eixo tem como foco a discussão acerca tanto de temas relacionados ao uso de tecnologias na Educação Matemática quanto aos temas relacionados à Educação a Distância, contemplando, assim: (i) trabalhos que se referem ao uso de tecnologias digitais em processos de formação inicial de professores que ensinam matemática, nas modalidades presencial, a distância e híbrida; (ii) trabalhos que se referem ao uso de tecnologias digitais em ações de formação continuada com professores que ensinam matemática, nas modalidades presencial, a distância e híbrida; (iii) trabalhos que abordem o uso de tecnologias digitais nos processos de ensino e de aprendizagem da matemática na Educação Básica ou no Ensino Superior; (iv) trabalhos que abordem o uso das tecnologias digitais articulado a outros enfoques pedagógicos, como a Modelagem Matemática, a Etnomatemática, o desenvolvimento de projetos, entre outros.


Eixo 4: Educação Inclusiva

Coordenadora: Ana Lúcia Manrique (PUC/SP)


Ementa: Este eixo destina-se aos trabalhos que problematizam questões relacionadas à educação inclusiva, de forma a contemplar discussões que destaquem: (i) os estudos associados aos processos de aprendizagem matemática daqueles historicamente marginalizados no contexto escolar; (ii) as reflexões sobre as demandas associadas às práticas docentes em cenários inclusivos; (iii) as implicações de uma educação inclusiva para o currículo e para a avaliação; (iv) o desenvolvimento de quadros teóricos voltados à construção e desconstrução de conceitos como, deficiência, diferença, igualdade e justiça social; (v) as políticas públicas voltadas para uma educação inclusiva.


Eixo 5: Currículos em Educação Matemática

Coordenadores: Armando Traldi Junior (IFSP/SP); Maria Celia Leme da Silva (UNIFESP)


Ementa: Este eixo temático tem como objetivo tratar a temática “Currículo de Matemática”, discutindo investigações que tenham como focos estudos teóricos e relativos às práticas curriculares em Educação Matemática, desenvolvidos em diferentes níveis e modalidades de ensino. Alguns dos aspectos relevantes a serem discutidos nesse eixo estão relacionados com as diferentes possibilidades de elaboração e implementação de normativas curriculares, considerando os objetivos, os conteúdos de ensino, as metodologias e as avaliações de matemática para a Educação Básica e para os cursos de formação inicial dos professores que ensinam matemática.  


Eixo 6: Formação do professor que ensina matemática

Coordenadoras: Bárbara C. M. Sicardi Nakayama (UFSCar/Sorocaba e Renata Prenstetter Gama (UFSCar/São Carlos)

 

Ementa: Esse eixo contempla as discussões acerca da formação de professores que ensinam matemática na Educação Básica (educação infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio), considerando trabalhos desenvolvidos no âmbito tanto da formação inicial quanto da formação continuada do professor. Nesse sentido, contempla cursos de Licenciatura em Pedagogia e em Matemática, nas modalidades presencial e a distância. As temáticas relacionadas a esse eixo contemplam, dentre outros aspectos: (i) os currículos da Licenciatura; (ii) a prática de ensino de matemática e a prática como componente curricular; (iii) o estágio supervisionado; (iv) a formação específica e a formação didático-pedagógica do professor (v) as práticas formativas e as práticas profissionais; (vi) as experiências de formação vinculadas tanto a programas vinculados à políticas de formação de professores, como o PIBID e a Residência Pedagógica, quanto as de grupos estudos e projetos de extensão; (vii) os estudos historiográficos que, de modo específico, tratam da formação de professores que ensinam ou ensinaram matemática nos  diferentes níveis da escolaridade formal. 

 

Eixo 7: História da Educação Matemática

Coordenadoras: Luciane Bertini (UNIFESP); Nara Vilma Lima Pinheiro (Pós-doutoranda na USP)


Ementa: Este eixo aborda os trabalhos que tratam, do ponto de vista historiográfico: (i) o ensino de matemática na escolarização formal/regular nos seus distintos níveis; (ii) o ensino de matemática em espaços não-formais; (iii) o ensino de matemática em modalidades educativas específicas, como o ensino técnico, a educação de jovens e adultos, a educação indígena, a educação de comunidades campesinas, entre outros.; (iv) os artefatos didáticos, como por exemplo, as legislações específicas, as diretrizes curriculares, os livros didáticos, os manuais, os cadernos, e os materiais de apoio didático relacionados e/ou voltados ao ensino de matemática. 


Eixo 8: Educação Estatística

Coordenadora: Celi Espasandin Lopes (UNICSUL)


Ementa: Este eixo contempla as discussões sobre estudos, pesquisas e práticas educativas relacionadas ao ensino de combinatória, probabilidade e estatística. A abordagem envolve a produção científica e a produção docente, assim como, a elaboração de materiais didáticos e tecnológicos relacionadas à Educação Estatística na Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio) e no Ensino Superior. 


Eixo 9: Etnomatemática

Coordenadoras: Cristiane Coppe de Oliveira (USP); Andreia Lunkes Conrado (USP)


Ementa: Este eixo refere-se aos trabalhos que tratam: (i) da Etnomatemática e as problematizações que envolvem seus desafios teóricos e pedagógicos; (ii) da Etnomatemática e a Educação; (iii) da Etnomatemática e das Relações entre tendências da Educação Matemática; (iii) da Etnomatemática e a Educação para Inclusão; (iv) da Etnomatemática e os movimentos sociais, culturais e religiosos.

 

Eixo 10: Filosofia da Educação Matemática

Coordenadora: Rosa Monteiro Paulo (UNESP-Guaratinguetá)


Ementa:  No Eixo Filosofia da Educação Matemática pretende-se discutir trabalhos sobre a natureza do conhecimento matemático, a relação da matemática com a sociedade, conhecimentos matemáticos constituídos pelos estudantes e pelos professores; significados sobre metodologia de ensino para a construção do conhecimento matemático e para a aprendizagem matemática. Reflexões sobre os processos de ensinar e de aprender matemática. 

 

Eixo 11: Educação Matemática no Ensino Superior 

Coordenadora: Bárbara Lutaif Bianchini (PUC/SP)


Ementa: abrange pesquisas e práticas escolares relacionadas à aprendizagem e ao ensino de Matemática em Nível Superior. Retrata a formação profissional matemática em cursos em nível superior. Estudos sobre estratégias pedagógicas, conhecimento epistemológico de conteúdos matemáticos e a relação entre a matemática avançada e a matemática escolar.


Eixo 12: Materiais Didáticos e as práticas escolares

Coordenadora: Adair Mendes Nacarato (USF)

  

Ementa: Neste eixo pretende-se promover discussões acerca de trabalhos que tomem os materiais didáticos como objetos de análise, quer seja na perspectiva de elaboração desses materiais para a formação de professores quer seja na perspectiva de utilização como elementos que auxiliem os professores em suas práticas escolares. Pretende-se, assim, promover discussões que abordem aspectos como sua materialidade, sua produção, seu uso e sua circulação, assim como seus aspectos presentes na legislação educacional.


Eixo 13: Modelagem Matemática

Coordenadora: Ana Paula Malheiros (UNESP - São José do Rio Preto) e Regina Helena Lino de Oliveira Franchi (UFABC)


Ementa: Este eixo contempla os trabalhos acerca da Modelagem matemática no campo da Educação Matemática, considerando as discussões nos diferentes níveis de escolaridade e modalidades de ensino.

 


 




Dinâmica de Apresentação dos Trabalhos

Prezado(a) autor(a)!

 

Nesta edição do EPEM teremos mudanças na dinâmica de apresentação dos trabalhos submetidos, e para melhor situá-los(as) acerca dessas mudanças passamos a destacar alguns aspectos importantes:

 

1) Todos os trabalhos submetidos e aprovados, tanto na modalidade de comunicação científica quanto na modalidade de relatos de experiência, serão apresentados de forma remota e síncrona, no período reservado para as Salas de Apresentações de Trabalhos. 

 

2) Cada Sala de Apresentação contará com no máximo cinco trabalhos a serem apresentados, e as demais vagas da Sala serão destinadas aos demais participantes. Cada Sala contará, ainda, com um coordenador, que ficará responsável por mediar as discussões, e com um tutor, que ficará responsável por monitorar o chat e registrar os comentários e dúvidas que poderão ser socializadas, contribuindo para as discussões na Sala.

 

3) Cada apresentador terá um tempo máximo de 10 minutos para comentar sobre os principais pontos de seu trabalho, e não deverão ser utilizados recursos como apresentação em PowerPoint ou vídeos.

 

4) A dinâmica de discussão dos trabalhos será proposta por cada coordenador da Sala de Apresentação. Entretanto, para melhor aproveitamento e envolvimento nas discussões, os textos que serão apresentados em cada Sala serão disponibilizados com antecedência para que todos os participantes da Sala possam realizar uma leitura prévia dos mesmos.

 

Seja um Associado da SBEM

Os eventos da SBEM sempre oferecem descontos especiais para seus associados. Aproveite a oportunidade e torne-se um associado, e então você poderá aproveitar os valores especiais indicados a seguir. Clique no logotipo abaixo e obtenha maiores informações!

Realize sua Inscrição

{{'Label_CodigoPromocionalAplicadoComSucesso' | translate}}
{{'Label_Presencial' | translate}} {{'Label_Online' | translate}} {{'Label_PresencialEOnline' | translate}}

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}} {{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}  

{{entrada.valorComDesconto | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

Submissões de Trabalhos

{{areaSiteEvento.jsonObj.configuracaoSubmissao.dataInicioSubmissao}} - {{areaSiteEvento.jsonObj.configuracaoSubmissao.dataLimiteSubmissao}}

{{item.denominacao}}
{{item.denominacao}}
{{item.denominacao}}

{{areaSiteEvento.titulo}}

Certificados

Os inscritos no evento receberão um certificado de 30 horas.

Coordenação do XIV EPEM

Coordenação Geral

Douglas da Silva Tinti - UFOP

Rogério Marques Ribeiro - IFSP

Vinícius Pazuch - UFABC

 

Comissão Organizadora 

Ailton Paulo de Oliveira Júnior - UFABC

Alessandro Jacques Ribeiro - UFABC

Amarildo Aparecido dos Santos - UFABC

Ana Paula Ximenes Flores - IFSP

Bruno Baruffi Esteves - UNICSUL 

Caroline Miranda Pereira Lima - UFABC

Cícero Inácio dos Santos - SEE/SP

Daniela Baldan Silva - UFABC

Edna Mataruco Duarte - UNICSUL

Eduardo Goedert Doná - UFABC

Elisabete Marcon Mello - UFABC

Elisangela Pavanelo Rodrigues dos Santos - UNESP

Evonir Albrecht - UFABC

Felipe de Almeida Costa - SEE/SP

Francisco José Brabo Bezerra - UFABC

Gilmara Aparecida da Silva - SEE/SP

Luciane de Fatima Bertini - UNIFESP

Marcia Aguiar - UFABC

Marcio Fabiano Silva - UFABC

Maria de Fátima da Costa Sbrana - UFABC

Rafael Enrique Gutiérrez Araujo - UFABC

Reginaldo Guilhermino Cabral Liborio - UFABC 

Ruth Ferreira Santos Galduroz - UFABC

Tatiana Lima Koga - UFABC

Thiago dos Santos Horta - UNICSUL

Vania Batista Flose Jardim - UFABC

Virgínia Cardia Cardoso - UFABC

Vivilí Maria Silva Gomes - UFABC

Zaqueu Vieira Oliveira - UFABC

Comissão Científica do XIV EPEM

Presidentes da Comissão

Rogério Marques Ribeiro – IFSP

Vinícius Pazuch – UFABC


Membros da Comissão

Adair Mendes Nacarato – USF

Ana Lúcia Manrique – PUC/SP

Ana Paula dos Santos Malheiros – UNESP/Rio Claro

Armando Traldi Júnior – IFSP

Barbara Cristina M. S. Nakayama – UFSCar

Celi Espasandin Lopes – UNICSUL

Luciane de Fatima Bertini – UNIFESP

Regina Helena Oliveira Lino Franchi – UFABC

Renata Prenstetter Gama – UFSCar

Rosa Monteiro Paulo – UNESP/Guaratinguetá


Sociedade Brasileira de Educação Matemática - Regional Sao Paulo

Membros da Diretoria

Diretor Regional: Rogério Marques Ribeiro

Primeiro secretário: Vinícius Pazuch

Segunda secretária: Ana Paula Ximenes Flores

Terceira secretária: Luciane de Fatima Bertini

Primeiro tesoureiro: Felipe de Almeida Costa

Segunda tesoureira: Elisangela Pavanelo Rodrigues dos Santos

Sociedade Brasileira de Educação Matemática - Regional São Paulo

Comissão Científica

Ana Lúcia Manrique

Armando Traldi Junior

Bárbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama

Celi Aparecida Espansadin Lopes

Ênio Freire de Paula

Raquel Milani

{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}