VI Fórum de Estudos Linguísticos do Ceará - VI FELCE

VI Fórum de Estudos Linguísticos do Ceará - VI FELCE

online Este é um evento online

Assista os conteúdos transmitidos nesse evento

O evento já encerrou

{{'Receba_os_melhores_eventos_da_sua_area' | translate}}

{{'Receber_eventos' | translate}}

Sobre o evento

É com prazer que a Comissão Organizadora do VI Fórum Linguístico do Ceará convida a comunidade acadêmica a participar do VI FELCE, que ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro de 2021. Devido à continuidade do cenário de pandemia, o evento será totalmente online e gratuito.

Em sua sexta edição, o FELCE terá como tema Multilinguismo, variedades e políticas linguísticas: identidades e pluralidades e contará com conferências e grupos de trabalho que discutirão as principais questões das pesquisas sociolinguística em torno da temática. Entre os convidados estão António Timbane (UNILAB), Cristine Severo (UFSC), Fabrício Mota (UFRR) e Silvana Araújo (UEFS).

O evento é organizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Sociolinguísticas das Variedades Lusófonas – SOCIOLUSO, vinculado ao PPGLin - UNILAB e conta com o apoio do Laboratório de Pesquisas Sociolinguísticas do Ceará (PosLA – UECE) e do Grupo de Pesquisas Sociolinguísticas do Ceará (SOCIOLIN-CE/ UFC). 

Inscrições

{{'Label_CodigoPromocionalAplicadoComSucesso' | translate}}
{{'Label_Presencial' | translate}} {{'Label_Online' | translate}} {{'Label_PresencialEOnline' | translate}}

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}} {{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}  

{{entrada.valorComDesconto | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

Atividades

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Palestrantes

{{item.nome}}

{{item.nome}}



Submissões

Apresente sua pesquisa e publique-a em nossos Anais do Evento!!!

{{areaSiteEvento.jsonObj.configuracaoSubmissao.dataInicioSubmissao}} - {{areaSiteEvento.jsonObj.configuracaoSubmissao.dataLimiteSubmissao}}

{{item.denominacao}}
{{item.denominacao}}
{{item.denominacao}}

{{areaSiteEvento.titulo}}

Áreas temáticas dos Grupos de Trabalho

Temas onde os participantes podem submeter trabalhos!

1 Diversidade linguística e ensino 
Espera-se, nesse grupo de trabalho, pesquisas que envolvam o cotidiano do professor (de ensino básico, técnico ou superior), como projetos, reflexões e demais atividades didáticas, além de temas como preconceito linguístico, legislação, etc., com foco na variação linguística e suas implicações no processo ensino e aprendizagem de línguas (língua materna, língua estrangeira, orais ou de sinais).

2 Multilinguismo, contato e conflito linguístico 
Este grupo de trabalho pretende reunir pesquisas que discutam multilinguismo, contato e conflito linguístico, em especial, aquelas que tratam da relação entre a língua portuguesa e outras línguas, quer em perspectiva sincrônica quer diacrônica. 

3 Políticas Linguísticas e línguas minoritárias 
Este grupo de trabalho pretende reunir pesquisadores interessados nos estudos de políticas e planejamento linguísticos com enfoque nas políticas linguísticas para a língua portuguesa e para outras línguas com as quais tem contato em um mesmo território, no Brasil e no mundo, em especial, nos contextos lusófonos em que é língua oficial, mas não é língua materna, bem como trabalhos que tratam do português como língua adicional. 

4 Variação e Mudança Linguística 
Aqui aguardamos pesquisas sobre variação e/ou mudança linguísticas em qualquer nível de análise (fonético/fonológico, morfológico, lexical, morfossintático, sintático, semântico, semânticopragmático, estilístico) com foco na descrição e análise de uma determinada língua (materna, estrangeira ou de sinais) usando metodologia da Sociolinguística laboviana. 

Submissão de artigos para os anais do VI FELCE

Template com as normas de submissão de artigos oriundos dos trabalhos apresentados:

Template para publicação de Anais do VI FELCE

Acompanhe nossas redes sociais!

Instagram

SOCIOLIN


SOCIOFOR-LAPESCE

Canal do YouTube


SOCIOFOR-LAPESCE

APRESENTAÇÕES ORAIS


DIA 1 - 18 de nov de 2021

HORÁRIO: 15h45min – 17h45min

Sala 1 - Diversidade linguística, Ensino e Políticas Linguísticas?

Gramática e Diversidade Linguística

JACSON BALDOINO SILVA,

CHICO BENTO: O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA FORMAÇÃO DO DISCURSO

“CAIPIRA” E DA CIDADE

Carla Cristina Zurutuza,

Proposta de ensino sobre a variável objeto direto de terceira pessoa pelo viés da

Sociolinguística e ensino

Rosely Lopes de Freitas,

RESISTÊNCIA AO RACISMO EM ATIVIDADES DE INGLÊS NO SUL DA BAHIA: (AUTO)(BIO) GRAFIAS DA APRENDIZAGEM

Kemilly Jovelina Rodrigues Dos Santos,

Políticas linguísticas para a pandemia: as comunicações governamentais em contextos multilíngues

Alexandre Cohn da Silveira,

Políticas linguísticas e o processo de descrioulização em Cabo Verde

Diltino Livramento Moniz Ferreira

 

Sala 2 - Variação e mudança linguísticas

 

O uso de mapas perceptuais no registro de atitudes, por parte dos sulistas residentes no município de Cláudia, com relação do falar brasileiro

Priscila Ferreira de Alécio, Manoel Mourivaldo Santiago Almeida,

 

VARIAÇÃO NA CONCORDÂNCIA VERBAL DE 3ªPP NO FALAR CULTO FORTALEZENSE: ATUAÇÃO DE FATORES EXTRALINGUÍSTICOS

Maria Lidiane de Sousa Pereira,

 

CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS NO FALAR DE FORTALEZA: ELEVAÇÃO DAS VOGAIS MÉDIAS PRETÔNICAS

Angelyna Da Rocha Mello, Maria Silvana Militão de Alencar,

 

O FAZER SOCIOLINGUÍSTICO: PADRÕES DE CONCORDÂNCIA VERBAL NAS REDAÇÕES DE VESTIBULANDOS MOÇAMBICANOS

DANIELA PAULA DE LIMA NUNES MALTA,

 

O uso de artigo definido diante de prenomes simples no falar culto fortalezense: uma pesquisa em tempo real

Dayane Bezerra de Souza, LETICIA FREITAS ALVES, Aluiza Alves de Araujo,

 

O SUJEITO PRONOMINAL EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

Gracielle Barros,

 

Sala 3 - Variação e mudança linguísticas

 

variação dos verbos botar e colocar no falar culto fortalezense: um estudo em tempo

real

Fabiana dos Santos Lima, Cassio Murilio Alves de Lavor, Aline Maria Pinguinha França Bazenga,

 

FENÔMENO INTERJETIVO SOB DIFERENTES OLHARES: ANÁLISE DAS FORMAS NOSSA, VALHA E VIXE EM CONVERSAS DE WHATSAPP

Jenifer Santos Bezerra, Ana Carolina Ribeiro da Silva, Sandra Espínola dos Anjos,

 

A REDUÇÃO DO GERÚNDIO NO FALAR VILABOENSE: um olhar variacionista

Jannaina Soares Silva Reis Ferreira, Marília Vieira,

 

CONCORDÂNCIA VERBAL: UMA QUESTÃO DE ESTÍLO OU DE REGRA GRAMATICAL?

Juliete Bastos Macêdo, Silvana Silva de Farias Araujo,

 

A VARIAÇÃO DE /z gê/ EM CODA NO FALAR CULTO DE FORTALEZA: DERDE QUANDO A RENTE FALOU ISSO?

Ana Germana Pontes Rodrigues, Brenda Kathellen Melo De Almeida, 

 

ASPECTOS INICIAIS DA VARIAÇÃO DIAFÁSICA E DIAGERACIONAL NO CAMPO

SEMÂNTICO ANIMAIS EM ENAWENE NAWE E EM PARESI (ARUÁK)

Amanda Medeiros Costa De Mesquita,


 

DIA 2 - 19 de nov de 2021

HORÁRIO: 15h45min – 17h45min


Sala 2 - Variação e mudança linguísticas

 

“CAMBOA: ONDE SÓ TEM GENTE BOA”: O LÉXICO DO BAIRRO CAMBOA, SÃO LUÍS/MA.

Wanderson Nascimento Moraes,

 

Casos de alçamento e rebaixamento de vogais no Livro de Fábrica da Igreja Matriz de Cachoeira de Brumado – Mariana – MG (século XIX)

Soélis Teixeira Do Prado Mendes, Izadora Lopes,

 

ATUAÇÃO DA VARIÁVEL “ELEMENTO QUE ANTECEDE O VERBO” NA COLOCAÇÃO PRONOMINAL NO PORTUGUÊS ORAL LUANDENSE: BREVE COMPARAÇÃO COM VARIEDADES DA LÍNGUA PORTUGUESA

Manoel Crispiniano Alves da Silva, Silvana Silva de Farias Araujo,

 

O papel dos fatores sociais na variação dos pronomes nós e a gente na fala culta de

Fortaleza nos anos 2020

Maylle Lima Freitas, Lorena da Silva Rodrigues, HUGO LEONARDO GOMES DOS SANTOS,

 

A MONOTONGAÇÃO DO DITONGO [ey] EM TEMPO REAL NO FALAR CULTO DE

FORTALEZA-CE: ANÁLISE DOS FATORES EXTRALINGUÍSTICOS

Brenda Kathellen Melo De Almeida, Wiron de Araújo Holanda, Aluiza Alves de Araujo,

 

Percepção e avaliação linguísticas da variação "nós" e "a gente" por falantes

escolarizados de Fortaleza-CE: padrões de concordância e significados sociais

Maylle Lima Freitas, Larissa de Lima Favacho, Hebe Macedo de Carvalho,

 

Sala 3 - Variação e mudança linguísticas

 

ESTUDO ESTILÍSTICO: UMA PROPOSTA NA FALA DE MULHERES

Caroliny Batista Massariol,

 

A EXPRESSÃO DA FUNÇÃO CONJUNTIVA NA VARIAÇÃO ENTRE MAIS-QUE-PERFEITO DO INDICATIVO E IMPERFEITO DO SUBJUNTIVO

Francisco José Gomes de Sousa, Márluce Coan,

 

A variação ter/haver na fala culta fortalezense: uma análise em tempo real do

comportamento de variáveis sociais

RAKEL BESERRA DE MACEDO VIANA, Francisco Ferreira de Souza,

 

VARIEDADES CULTURAIS E LINGUÍSTICAS: A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DOCENTE PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

Dara Hanna Santiago Silva, Germana da Cruz Pereira,

 

O COMPORTAMENTO DA PRIMEIRA PESSOA DO PLURAL EM AMOSTRAS DO

NORPOFOR E DO PORCUFORT: UMA ANÁLISE VARIACIONISTA

MARDEN ALYSON MATOS DE ARAUJO,

 

Fatores sociais e o comportamento de ter/haver no PORCUFORT Fase II

RAKEL BESERRA DE MACEDO VIANA, Francisco Ferreira de Souza,

{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}