I Perturbando o Direito: Antígona

I Perturbando o Direito: Antígona

presencial Teatro Reviver Magó - Maringá - Paraná - Brasil

O evento já encerrou

Separamos alguns eventos que você irá gostar

Hollo Afteverse

Domingo, 23 de Junho

São Paulo, SP

20º Congresso Brasileiro de Bioinformática: X-Meeting 2024

Terça-Feira, 11 de Junho

Salvador, BA

1º Congresso Multidisciplinar de Saúde e Bem-Estar

Quarta-Feira, 28 de Agosto

São Luís, MA

Cérebro em Ação: Celebrando 10 Anos de Conhecimento e Inovação

Quinta-Feira, 6 de Junho

Brasília, DF

{{'Receba_os_melhores_eventos_da_sua_area' | translate}}

{{'Receber_eventos' | translate}}

Sobre o evento

É com grande entusiasmo que convidamos você a participar do evento inovador "1° Perturbando o Direito: Antígona". Neste encontro singular, aprofundaremos a compreensão do direito por meio de uma experiência única: a apresentação da peça teatral "Antígona d.C.", realizada pelo renomado grupo Marta Marta Teatro.

A trama de "Antígona d.C." é uma recriação da clássica obra "Antígona" de Sófocles, explorando temas atemporais como justiça, moralidade e o embate entre as leis dos homens e os princípios éticos individuais. A peça proporciona uma reflexão profunda sobre o papel do direito na sociedade, desafiando o público a questionar as normas estabelecidas e a própria natureza da justiça.

Após a emocionante apresentação, teremos o privilégio de participar de uma roda de conversa exclusiva. Neste espaço, convidados e espectadores terão a oportunidade de compartilhar suas percepções, questionamentos e insights sobre as questões levantadas pela peça. A interação entre o público e os membros do grupo Marta Marta Teatro promete enriquecer ainda mais a experiência, proporcionando uma compreensão multifacetada das complexidades abordadas.

"1° Perturbando o Direito: Antígona" não é apenas um evento, mas uma jornada intelectual e emocional que desafia as convenções, incita o pensamento crítico e promove um diálogo significativo sobre o papel do direito em nossas vidas. Junte-se a nós para uma noite única, onde o teatro e o debate se entrelaçam para perturbar e provocar reflexões profundas sobre o mundo jurídico e seus desafios.

Inscrições

{{'Label_CodigoPromocionalAplicadoComSucesso' | translate}}
{{'Label_Presencial' | translate}} {{'Label_Online' | translate}} {{'Label_PresencialEOnline' | translate}}

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}} {{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}  

{{entrada.valorComDesconto | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

Atividades

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Marta Marta Teatro

Antígona d.C.




Sinopse

Disposta a enfrentar uma punição severa, a jovem Antígona decide defender sua fé, desobedecendo o decreto do novo Rei que a proibia de enterrar o cadáver do seu próprio irmão.



Release

Em “Antígona”, tragédia grega escrita por Sófocles em 442 a.C, há muitos temas, cenas e ações que um leitor atento poderia relacionar aos da vida e morte de Jesus Cristo. Antígona é uma jovem que, assim como o Nazareno, desobedece o poder político vigente ao agir de acordo com seus direitos naturais, obedecendo à Lei divina e eterna, e rejeitando eventualmente a lei dos homens, que por sua vez é transitória e materialista.

Ao longo da história, assim como Cristo, muitas vezes a personagem Antígona foi pintada como uma pleiteante do poder terreno, ora militante, ora ativista, ora até guerrilheira, imagem que ignora completamente a questão fundamental desta e da outra história: o auto-sacrifício como serviço de Amor ao próximo e devoção às verdades eternas.

Em “Antígona d.C.”, a comunidade “Marta, Marta” Teatro imagina essa tragédia clássica transcorrendo num tempo pós-cristão. Essa adaptação é construída pelo prisma de temas fundamentais da cristandade, tais como a conversão, a corrupção e o martírio.

A montagem, adaptada e dirigida por Lucas Fiorindo, parte de preceitos teatrais bem específicos: a singeleza material do espetáculo e, por isso, o desafio técnico às atrizes, em cenas cuja principal aposta de valor artístico é o plano impalpável da emoção, a ser esculpida pela ‘fé-cênica’, no trabalho físico, energético e vocal. Eloah Costa e Nayara Araújo representam seis personagens, num ‘tour de force’ que institui a pedra fundamental de suas carreiras como atrizes-pesquisadoras. 

O trabalho é fruto do projeto “Aprisco”, contemplado e viabilizado pelo Prêmio Aniceto Matti, da Secretaria Municipal de Cultura do Município de Maringá/PR, e que propunha a criação teatral inspirada nas obras da artista plástica curitibana Lara Baruzzo. Algumas dessas obras serão expostas nos dias das apresentações, no próprio teatro.

A equipe conta também com Isabela Torres, na produção e assistência de direção; Rodrigo Fracarolli, que contribuiu na adaptação dramatúrgica; Yuri Riesemberg, na criação de video-arte. A fotografia é da Rewind Foto e Vídeo. E a comunicação visual é de Cel Leal.



FICHA TÉCNICA:

Direção e Adaptação: Lucas Fiorindo

Atuação: Eloah Costa e Nayara Araujo

Dramaturgia: Sófocles

Contribuição dramatúrgica: Rodrigo Fracarolli

Produção e auxiliar de direção: Isabela Torres

Mídias sociais e comunicação visual: Cel Leal

Video arte: Yuri Riesemberg

Foto: Rewind foto e Vídeo


Palestrantes

{{item.nome}}

{{item.nome}}



Local do Evento

Apoio


{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}