Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre - Oriximiná

Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre - Oriximiná

online Universidade Federal do Oeste do Pará - Campus Oriximiná Prof Dr Domingos Diniz - Oriximiná - Pará - Brasil
presencial Com transmissão online

O evento já encerrou

Separamos alguns eventos que você irá gostar

Evento online

[ACTION Talents] Palestra Técnica - Tunelamento DNS: Desvendando o Ataque e Aprimorando sua Detecção com Machine Learning

Terça-Feira, 4 de Junho

Hollo Afteverse

Domingo, 23 de Junho

São Paulo, SP

PRÉ-INSCRIÇÃO Tech Woman 2ª Edição

Sábado, 31 de Agosto

Recife, PE

20º Congresso Brasileiro de Bioinformática: X-Meeting 2024

Terça-Feira, 11 de Junho

Salvador, BA

{{'Receba_os_melhores_eventos_da_sua_area' | translate}}

{{'Receber_eventos' | translate}}

Sobre o evento

FLISOL Oriximiná 2024: Impulsionando o Software Livre na Amazônia

O FLISOL Oriximiná 2024 está prestes a marcar um novo capítulo na história da tecnologia na Amazônia. Este festival representa mais do que uma simples celebração do software livre; é uma oportunidade única para explorar e impulsionar seu potencial em um contexto rico em diversidade cultural e ambiental.

Na Amazônia, o acesso à tecnologia e à informação desempenha um papel crucial no desenvolvimento e na autonomia das comunidades locais. O FLISOL oferece a chance de democratizar esse acesso, capacitando povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos a participarem ativamente na era digital.

Além disso, as aplicações de software livre têm o potencial de preservar e compartilhar o patrimônio cultural dessas comunidades, desde a documentação de línguas e tradições até o apoio a práticas agrícolas sustentáveis. Também podem auxiliar na conservação da biodiversidade e na proteção dos recursos naturais, contribuindo para a sustentabilidade ambiental da região.

O FLISOL Oriximiná 2024 não se limita apenas à troca de conhecimento e experiências; ele promove o empoderamento comunitário e fortalece as conexões regionais entre organizações, empresas e indivíduos comprometidos com a promoção do software livre na Amazônia. É mais do que um evento de tecnologia; é uma oportunidade para construir um futuro digital mais justo e equitativo para todos na região amazônica. Junte-se a nós e faça parte desta jornada rumo à inclusão, diversidade e sustentabilidade.

Inscrições

{{'Label_CodigoPromocionalAplicadoComSucesso' | translate}}
{{'Label_Presencial' | translate}} {{'Label_Online' | translate}} {{'Label_PresencialEOnline' | translate}}

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}} {{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}  

{{entrada.valorComDesconto | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

Programação - 11 de maio de 2024

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Convidados

{{item.nome}}

{{item.nome}}



Local do Evento

Submissão de Trabalhos

Instruções para Submissão de Resumo Científico

A elaboração e submissão de um resumo científico de acordo com as regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) requer atenção a diversos detalhes que garantem a padronização e a qualidade do trabalho apresentado. As normas da ABNT são atualizadas periodicamente, então é importante consultar a versão mais recente. Aqui, vou te fornecer um guia geral baseado nas normas vigentes até o momento da minha última atualização (abril de 2023). Para um resumo científico, as seguintes diretrizes são comuns:

1. Formatação Geral

  • Fonte: Arial ou Times New Roman, tamanho 12.
  • Espaçamento: simples entre as linhas e sem espaços entre os parágrafos.
  • Margens: 2 cm de margem superior e esquerda; 2 cm de margem inferior e direita.
  • Alinhamento: justificado.
  • Extensão: os resumos devem ter no mínimo 1500 caracteres com espaços, e não ultrapassar 3000 caracteres com espaços.

2. Estrutura do Resumo

  • Título: claro e que reflita o conteúdo do trabalho. O título deve estar em negrito, centralizado e, preferencialmente, em caixa alta.
  • Nome do(s) autor(es): logo abaixo do título, alinhado à direita. Deve-se indicar a instituição de afiliação e o e-mail.
  • Corpo do Resumo:
    • Objetivo: iniciar com o objetivo do estudo de forma clara.
    • Metodologia: descrever brevemente como o estudo foi realizado.
    • Resultados: apresentar os principais resultados alcançados.
    • Conclusões: destacar as principais conclusões e sua importância.

3. Palavras-chave

  • Logo abaixo do resumo, deve-se listar de 3 a 5 palavras-chave que descrevam o conteúdo do trabalho. Essas devem estar separadas por ponto e vírgula e finalizadas por ponto.

4. Idioma

  • O resumo deve ser submetido em uma versão em português e outra em inglês (abstract).

5. Normas Específicas

  • Citações e Referências: seguir a ABNT NBR 10520 para citações e a ABNT NBR 6023 para referências bibliográficas, caso sejam necessárias no resumo.

6. Submissão do arquivo

  • O resumo será aceito nos formatos PDF ou docx.

Lembre-se que é crucial ler atentamente as diretrizes de submissão fornecidas. Se estiver em dúvida, entre em contato diretamente com os organizadores ou editores para esclarecimentos.

Para submeter seu trabalho preencha este formulário.

Os trabalhos serão aceito do dia 08 a XX de abril de 2024.

ATENÇÃO!!! CHAMADA DE TRABALHOS PRORROGADAS ATE DIA 24 DE ABRIL DE 2024.

No caso de aprovação, segue abaixo o modelo de POSTER que deve ser usado na apresentação do trabalho.

Anais do Evento




Análise de Soluções Open Source de Machine Learning em Python: Um Estudo Bibliográfico.

 Gustavo wildney Oliveira Lopes
 Instituto Federal do Pará
 Gustavowildney69@gmail.com

João Lúcio de Sousa Junior
 Instituto Federal do Pará
 souzlf.1001@gmail.com

Edinelson Luis de Sousa Junior
 Instituto Federal do Pará
 Edinelson.sousa@ifpa.edu.br 

Resumo 

O trabalho apresenta uma análise de soluções computacionais de machine learning de código aberto na linguagem de programação Python, considerando tanto a relevância bibliográfica quanto a sua popularidade. Utilizando de uma metodologia que integra revisão bibliográfica e análise de dados de plataformas como Github e Google trends, o estudo oferece uma visão sobre o panorama atual dos recursos e bibliotecas de machine learning disponíveis no mercado. Por meio desta pesquisa foi possível identificar os principais frameworks do mercado, destacando as suas aplicações e contribuições na comunidade. Ao mesmo tempo as análises estatísticas dos repositórios do github forneceram informações importantes sobre adoção e engajamento da comunidade. Outro ponto importante identificado na pesquisa foi as tendencias de busca do google trends que mapeou a evolução do interesse do público em relação às diferentes soluções. Os resultados obtidos na pesquisa revelaram que as ferramentas TensorFlow, Scikit-learn e PyTorch mantêm sua posição de destaque no ecossistema de Machine Learning em Python, tanto em popularidade quanto pela sua relevância técnica. Além disso percebe-se um aumento significativo no interesse e na participação da comunidade em projetos de código aberto relacionados ao Machine Learning desde o ano de 2014. Em suma este estudo forneceu uma visão atualizada do cenário atual de soluções de machine learning, oferecendo uma visão valiosa para desenvolvedores e principalmente por pesquisadores e estudantes interessados em iniciarem sua carreira na área de inteligência artificial.

Palavras-chave: Machine Learning, Python, Open Source, análise bibliográfica, GitHub, Google Trends.






APLICAÇÃO DE MATRIZES: UM ESTUDO DE CASO PARA DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO DE ACIONAMENTO DE BOTÕES TÁCTEIS USANDO O CONCEITO DE TECLADO MATRICIAL

Jarlison Barbosa Lemos¹
John Percival Rodrigues Linhares²

RESUMO: Na prototipação é comum a utilização de dispositivos de entrada e saída de dados, todos eles gerenciados por um embarcado, e este por sua vez pode ser de diferentes tipos a depender da demanda do usuário final. Acionamento momentâneo por exemplo é fundamental em determinados tipos de projetos. Nesse contexto, de entrada de dados, percebe-se a importância de utilizar formas mais eficientes de acionamento dos botões tácteis, desse modo o conceito de matriz é uma solução viável para os mais variados tipos de projetos. O teclado matricial é um tipo de teclado que utiliza uma matriz de linhas e colunas para identificar a tecla pressionada. Esse tipo de teclado é amplamente utilizado em dispositivos eletrônicos, como computadores, smartphones, tablets, controles remotos, etc. O teclado matricial é relativamente simples e barato de produzir, o que torna uma opção ideal para a construção de dispositivos eletrônicos de baixo custo. O objetivo geral do projeto é levar o aluno a compreender os principais paradigmas existentes com relação ao acionamento de botões tácteis. O objetivo específico é elaborar uma documentação contendo os principais métodos de acionamento matricial juntamente com seu código fonte e também elaborar os modelos de teclado em circuitos eletrônicos para demonstração física do conceito. Como metodologia foram pesquisados referenciais bibliográficos sobre os conceitos iniciais, realização de pesquisa dos principais embarcados disponíveis no mercado para usar como base para o projeto de demonstração, a utilização do simulador Tinkercad para demonstrar os conceitos do teclado matricial e ferramentas para desenvolvimento de circuitos o EasyEDA. Como resultado o trabalho apresenta os pontos positivos e negativos dos modelos de acionamento do teclado matricial justificando suas usabilidades em diferentes cenários do mercado além da criação de documentação detalhada contendo todos os modelos de matriz pesquisados. Como conclusão, a pesquisa demonstra que o uso desse tipo de acionamento é o mais indicado em projetos atuais, a depender do modo específico de construção, 6 paradigmas identificados. 

PALAVRAS-CHAVE: Teclado. Circuito. EasyEDA. Tinkercad. 

____________________________

¹ Discente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Óbidos Curso de Tecnologia e Análise Desenvolvimento de Sistemas, e-mail: jarlisonrb3@gmail.com

² Docente da área de Informática, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Óbidos, e-mail: john.linhares@ifpa.edu.br






AUTOMAÇÃO NO PROCESSO DE IRRIGAÇÃO DA ESTUFA DO IFPA CAMPUS ÓBIDOS 

Davi de Siqueira Freitas¹
  Tiago Pontes Leite²
John Percival Rodrigues Linhares³

RESUMO: O produtor rural tradicional tende a não utilizar conceitos de tecnologia mecanizada no processo de plantio, por vezes isso se dá pelo desconhecimento dos benefícios que tal meio possa oferecer. Sem a informatização o controle e monitoramento das culturas cultivadas são feitos de forma manual, que pode ocasionar danos severos ao plantio, ou ainda desperdício de água e energia. Diante disso, com o auxílio de sistemas embarcados é possível a criação de um circuito eletrônico que venha realizar tarefas simples como o acionamento de um sistema de irrigação. A proposta dessa pesquisa tem como objetivo geral a automação no processo de irrigação do viveiro e estufa do IFPA/Campus Óbidos, e objetivos específicos o desenvolvimento de um sistema embarcado que possuirá todos os componentes essenciais para a automação da irrigação, bem como sua proteção para suportar as intempéries climáticas, também a entrega de kits educativos para montagem de circuitos eletrônicos, que será apresentado aos discentes de cursos específicos da área, incentivando a informatização do processo de plantio. Como metodologia foram realizadas pesquisa e revisão de literatura da área correlata às ciências exatas e da terra, com ênfase em técnicas de plantio, manejo de mudas em estufas e condições ideais para o desenvolvimento correto de cada cultura. Outra etapa foi a identificação dos componentes essenciais, incluindo uma unidade central para coleta de dados e controle de irrigação, e realizamos estudos sobre o ambiente dos viveiros. Utilização de ferramentas de computação em nuvem, como EasyEDA e JLCPCB, e o simulador AUTODESK Tinkercad para desenvolver, modelar, prototipar e testar o circuito, facilitando a colaboração entre orientador e aluno pesquisador. Os resultados que buscam-se alcançar são o gerenciamento automatizado no processo de irrigação; que o campus possa realocar a mão de obra empregada para outras atividades; espera-se a melhora na qualidade do cultivo das mudas; e espera-se também que aulas de apresentação do kit seja integral nos cursos de Meio Ambiente, Floresta, Agroecologia e Informática. 

PALAVRAS-CHAVE: Embarcado. Circuito eletrônico. Irrigação. Automação. Viveiros. 

_________________________

¹Discente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Óbidos, Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e-mail: freitasdavi1603@gmail.com
²Discente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Óbidos, Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e-mail: tpontes.physics@gmail.com
³Docente da área de Informática, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Óbidos, e-mail: john.linhares@ifpa.edu.br 





BIO CATÁLOGO: FACILITANDO A CATALOGAÇÃO DA FLORA 

Marcos Vinicius de Castro Printes¹,
Carlos Sávio Sarubi De Souza¹,
Clayton André Maia dos Santos¹,

¹ Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
 Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil

mvprintes2@gmailcom
carlossarubiuni@gmail.com
clayton.santos@ufopa.edu.br 

Introdução: O estudo da biodiversidade em ambientes naturais apresenta desafios únicos, especialmente quando se trata da catalogação de espécies vegetais em locais remotos e de difícil acesso. Nesse contexto, surge o Bio Catálogo, uma ferramenta desenvolvida para auxiliar estudantes de Bacharelado em Ciências Biológicas na catalogação de plantas na região do Jaramacaru, em Oriximiná, Pará. Objetivo: O objetivo principal deste projeto é fornecer uma solução acessível e prática para a coleta, organização e análise de dados relacionados à flora local, visando contribuir para estudos científicos, conservação da biodiversidade e educação ambiental. Metodologia: Utilizando ferramentas de software livre, o projeto foi construído com base no framework Flutter e na linguagem de programação Dart. O Flutter proporciona uma abordagem multiplataforma, permitindo que o aplicativo seja executado em diferentes dispositivos móveis, enquanto o Dart é utilizado para desenvolver a lógica do aplicativo. O banco de dados SQLite é empregado para armazenar localmente os dados das plantas cadastradas pelos usuários, permitindo o acesso offline, crucial em áreas onde a conectividade à internet é limitada ou inexistente. Resultados: O Bio Catálogo oferece diversas funcionalidades que facilitam a catalogação de espécies de plantas. Os usuários podem cadastrar novas espécies, inserindo informações como nome científico, nome popular, características morfológicas e localização geográfica. Além disso, é possível visualizar detalhes de cada espécie cadastrada, incluindo imagens, descrição, características e localização no mapa. A busca avançada permite a localização de plantas com base em critérios específicos, como família botânica, habitat e época de floração. Conclusão: O Bio Catálogo representa uma solução inovadora para os desafios enfrentados pelos estudantes de ciências biológicas durante expedições de campo. Ao utilizar ferramentas de software livre, o projeto garante acessibilidade e flexibilidade, permitindo que os usuários realizem a catalogação de plantas mesmo em ambientes remotos sem acesso à internet. Com sua interface intuitiva e funcionalidades abrangentes, o Bio Catálogo promove não apenas a eficiência na coleta de dados, mas também o engajamento dos estudantes na conservação da biodiversidade e na educação ambiental. 

Palavras-Chave: Biodiversidade; Catalogação; Software livre; Estudantes ;Educação ambiental.





DESAFIOS DA INCLUSÃO DIGITAL: UM ESTUDO DE CASO COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO 

Eliene da Silva Santos
Universidade Federal do Oeste do Pará
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil
avlis.elienes@gmail.com 

Introdução: Desde a popularização da internet por meio de dispositivos móveis, as tecnologias digitais se tornaram profundamente integradas em quase todos os aspectos da vida moderna. No entanto, apesar dos avanços tecnológicos e da crescente disponibilidade de dispositivos digitais, a real inclusão digital ainda representa um desafio significativo. Objetivo: O objetivo deste trabalho é analisar os desafios enfrentados por alunos do ensino médio em relação à inclusão digital, com foco nas dificuldades observadas durante um workshop de web design realizado na Universidade Federal do Oeste do Pará-Campus Oriximiná, ofertado a alunos do ensino médio de uma escola pública. Metodologia: Para atingir o objetivo proposto, foram coletados dados qualitativos por meio de observações diretas durante o workshop. Para Souza e Diesel (2008, p.57): “[..] a categoria pesquisa empírica refere-se ao método e abrange todas as pesquisas que implicam observação da realidade[...]”. Resultados: No decorrer do workshop de web design com participação de 9 alunos, observou-se uma significativa dificuldade entre a maioria dos participantes em assimilar comandos simples de informática, como utilização de e-mails, habilidades de digitação, localização de símbolos e letras no teclado, utilização de botões auxiliares e seleção de comandos na interface do programa utilizado. Essa complexidade ocasionou um atraso no andamento do workshop, evidenciando o pouco conhecimento em informática por grande parte dos alunos. Conclusão: A experiência no workshop de web design indica que uma parcela significativa dos alunos enfrenta dificuldades em assimilar conceitos básicos de informática, o que pode ser atribuído a alguns fatores, incluindo a falta de acesso a tecnologias digitais. Essas dificuldades não apenas atrasam o aprendizado dos alunos, mas também podem levar ao desinteresse e à exclusão digital, aumentando assim a desigualdade existente no acesso à educação e oportunidades futuras. Referências: SOUZA, Renato Santos de; DIESEL, Vivien. Metodologia da pesquisa. Universidade Federal de Santa Maria, 2008. 

Palavras Chave: Inclusão Digital; Ensino Médio; Informática.





DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CONTROLE DE VENDAS PARA PEQUENAS EMPRESAS DO MUNICÍPIO DE ÓBIDOS/PA

Fernanda dos Santos Neves
Instituto Federal do Pará
nanda04nevez@gmail.com

Reinaldo Eduardo da Silva Sales
Instituto Federal do Pará
reinaldo.eduardo@ifpa.edu.br

João Lúcio de Souza Júnior
Instituto Federal do Pará
joao.lucio@ifpa.edu.br

Este trabalho trata de uma pesquisa em andamento, cujo objetivo é possibilitar o registro de vendas das pequenas empresas do município de Óbidos/Pará . A cidade de Óbidos, localizada no oeste do estado do Pará, tem como principais fontes de renda o turismo e o comércio. Na área comercial há inúmeras empresas de diversos ramos, cuja maioria, sobretudo as de pequeno porte, não utilizam tecnologia para o gerenciamento de suas vendas. Ao invés disso, adotam meios ineficazes e de baixa eficiência para o controle gerencial. O processo metodológico está organizado em três etapas. Na primeira foi realizada uma busca por materiais bibliográficos que tratassem da temática, em especial artigos científicos. Na segunda etapa, ainda não iniciada, será realizada a coleta e análise de dados. Nesse momento serão realizadas entrevistas e aplicação de questionários com proprietários, funcionários e clientes de pequenas empresas de alguns setores específicos da cidade. A terceira etapa consistirá no procedimento de suma importância para a pesquisa uma vez que se trata do desenvolvimento do sistema web que utilizará a linguagem de programação Python e ocorrerá através do uso de frameworks específicos que suportam o desenvolvimento de sistemas webs, aplicações web e web service. Ao final espera-se, além da identificação das dificuldades enfrentadas, que o sistema web de controle de vendas por nós desenvolvido possa ser utilizado gratuitamente pelas pequenas empresas possibilitando de forma mais organizada a administração contábil e gerencial.

Palavras-chaves: Gerenciamento de Vendas; Pequenas Empresas; Sistema Web.





DISSEMINAÇÃO DA CULTURA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO 

Wagner Viana Sampaio¹,
Neidiane Andrade Soares¹,
Anne Larice dos Santos Lopes¹,
Clayton André Maia dos Santos¹
¹ Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil
wagner.sampaio@discente.ufopa.edu.br,
neidiane.soares@discente.ufopa.edu.br,
annelarice93@gmail.com,
clayton.santos@ufopa.edu.br
 

Introdução: Atualmente, a sociedade está imersa na Web. Entretanto, poucos navegam de maneira responsável, provocando aumento nos índices de cybercrimes. Diante do exposto, verifica-se a necessidade de tratar diretamente com os jovens o tema “riscos digitais”, para que de maneira prática, utilizem softwares em ambientes controlados e possam vivenciar os riscos que os esperam no meio digital. Objetivo: O trabalho buscou promover a cultura da segurança da informação, sensibilizando os usuários sobre a importância da segurança cibernética e a adotarem hábitos seguros no uso diário das tecnologias. Metodologia: Para alcançar os objetivos, foram realizadas oficinas em ambientes controlados. Para isso, foram utilizadas diversas ferramentas livres. O TagUI, é uma ferramenta de automação que executa atividades repetitivas na Web. Além disso, são empregados scripts em Python, especificamente um gerador de senhas, para auxiliar na demonstração prática dos conceitos. Outra ferramenta para auxiliar é o Fcrackzip, utilizado via terminal para demonstrar o funcionamento de ataques de força bruta. Resultados: Após a realização das oficinas são aplicados formulários e busca-se um feedback com os participantes, possibilitando verificar o nível de absorção do conteúdo ministrado, evidenciando a compreensão, e interesse despertado para aprofundar-se nas ferramentas, resultando em novas oficinas, para o detalhamento do uso prático das diversas ferramentas. Conclusão: Imersa a era digital, a sociedade não consegue acompanhar o ritmo acelerado que as tecnologias estão tomando, tornando os usuários vulneráveis aos riscos que emergem junto com o avanço.





INCLUSÃO DIGITAL NA AMAZÔNIA: CAPACITANDO ADULTOS E IDOSOS DA COMUNIDADE QUILOMBOLA ARACUAN DE BAIXO 

Raíssa Katrine Marinho Serrão¹, Neidiane Andrade Soares¹, Flávia Pessoa Monteiro¹
Universidade Federal Do Oeste Do Pará¹
rhakatrine@gmail.com,
neidiane.soares@discente.ufopa.edu.br,
flaviamonteiro.comp@gmail.com

Introdução: A Comunidade Remanescente de Quilombo Aracuan de Baixo, situada às margens do rio Trombetas, município de Oriximiná, região do Baixo Amazonas, está imersa em um processo de educação digital e inclusão digital. Reconhecendo a importância da capacitação em tecnologias digitais, foi realizada a oficina "Principais ferramentas para o acesso à cidadania digital". O tema da oficina reflete a importância de abordar questões contemporâneas relacionadas à cidadania e tecnologia em contextos em que a educação digital ainda é escassa. Objetivo: Capacitar a comunidade para o uso prático das tecnologias e também na compreensão dos benefícios que a inclusão digital pode trazer para o fortalecimento comunitário e para a participação ativa na sociedade contemporânea. Metodologia: A partir da realização da primeira ação do projeto, iniciou-se um processo de identificação das necessidades particulares do quilombo, destacando as principais ferramentas e recursos necessários para abordar essas demandas relacionadas à inclusão digital. Com base nesse diagnóstico, definiu-se como tema: "As principais ferramentas para o acesso à cidadania digital". Os aplicativos utilizados foram: gov.br, Conecte Sus e o site Desenrola Brasil, mostrando passo a passo dos serviços oferecidos através dos aplicativos, como: criação de conta no gov.br, assinatura eletrônica, imposto de renda, carteira de trabalho, carteira nacional de vacinação. A presença de um membro da comunidade na equipe facilitou a utilização de exemplos locais e situações cotidianas, tornando o conteúdo mais acessível e aplicável ao contexto do quilombo, fortalecendo a relevância da oficina. Utilizando-se de uma abordagem prática e interativa, para promover a participação ativa dos membros da comunidade, visando não apenas a troca de conhecimento, mas também incentivar a aplicação prática das habilidades digitais no dia a dia. Resultados: Através de observações, questionários e feedbacks, revelaram que a maioria dos participantes desconhecia os serviços oferecidos pelos aplicativos. Esse retorno foi essencial para identificar as ferramentas que necessitam de um maior foco em futuras ações em comunidades quilombolas. Conclusão: A oficina demonstrou a importância de levar informação e tecnologia a comunidades em contexto carentes de ações voltadas para a promoção da educação, inclusão e cidadania digital. Ao proporcionar conhecimento e capacitação, a comunidade agora está mais apta a exercer sua cidadania digital, compreendendo seus direitos, deveres e princípios no uso da internet e suas ferramentas. 

Palavras-chave: Cidadania Digital; Tecnologias; Inclusão Digital.





MEMÓRIA DAS LENDAS: MANTENDO A CULTURA VIVA ATRAVÉS DA TECNOLOGIA 

Marcos Vinicius de Castro Printeso¹,
Clayton André Maia dos Santos¹,
¹ Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil
mvprintes2@gmailcom
clayton.santos@ufopa.edu.br 

Introdução: As lendas amazônicas compõem um folclore extraordinário, enraizado nas tradições e na riqueza cultural da região. No entanto, apesar de sua vastidão e profundidade, esse tesouro cultural tende a ser cada vez menos explorado, correndo o risco de cair no esquecimento. O jogo Memória das Lendas surge como uma poderosa ferramenta para resgatar e preservar esse patrimônio, oferecendo não apenas diversão, mas também uma oportunidade de educação e conexão com as narrativas ancestrais. Além disso, o jogo oferece uma série de benefícios cognitivos, como o desenvolvimento do raciocínio rápido, da noção espacial e da percepção tátil, tornando-o uma forma envolvente e eficaz de imersão no mundo das lendas amazônicas. Objetivo: O jogo Memória das Lendas tem como objetivo proporcionar entretenimento e aprendizado ao mesmo tempo, introduzindo os jogadores ao rico folclore e às lendas da região amazônica. Utilizando ferramentas de software livre, como o framework Flutter, o jogo oferece uma experiência interativa e acessível para pessoas de todas as idades. Metodologia: O jogo foi desenvolvido utilizando o framework Flutter, uma ferramenta de software livre para criação de aplicativos móveis multiplataforma. O Flutter permite a construção de interfaces de usuário ricas e responsivas, enquanto a linguagem de programação Dart é utilizada para desenvolver a lógica do jogo. A criação de um jogo da memória envolveu a criação de uma grade de cartas, implementação de lógica de jogo para verificar correspondências e gerenciamento de estado para controlar o progresso do jogo. Resultados: O jogo Memória das Lendas oferece uma experiência cativante e educativa para os jogadores. As belas ilustrações e o tema envolvente das lendas amazônicas proporcionam uma imersão na cultura e na mitologia da região. Além disso, o uso de ferramentas de software livre como o Flutter demonstra a viabilidade e a eficácia dessas tecnologias na criação de aplicativos móveis de alta qualidade. Conclusão: Este jogo representa não apenas uma forma de entretenimento, mas também uma oportunidade de aprender sobre o rico patrimônio cultural da Amazônia. Ao utilizar ferramentas de software livre, o projeto destaca a importância da acessibilidade e da liberdade na criação de conteúdo digital. O jogo não só proporciona diversão, mas também promove a valorização e a preservação das lendas e tradições amazônicas para as gerações futuras. 

Palavras-Chave: Lendas Amazônicas; Jogo da Memória; Software Livre.





Observatório da Bioeconomia na Amazônia: Subsídios para a Tomada de Decisões Estratégicas 

Marcos Vinicius de Castro Printeso¹,
Clayton André Maia dos Santos¹
¹ Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil
mvprintes2@gmailcom
clayton.santos@ufopa.edu.br 

Introdução: A rica biodiversidade e os valiosos recursos naturais da Amazônia oferecem um grande potencial para o desenvolvimento da bioeconomia na região. Esse modelo econômico sustentável, baseado na utilização de recursos biológicos renováveis, busca integrar atividades econômicas com a preservação ambiental, promovendo o desenvolvimento socioeconômico da região. O Observatório de Bioeconomia na Amazônia surge como uma ferramenta crucial para monitorar e analisar os dados relacionados à bioeconomia na região. Através de ferramentas de código aberto e metodologias robustas, o observatório mapeia, monitora e analisa a dinâmica da bioeconomia, identificando oportunidades e desafios para o desenvolvimento sustentável. Objetivo: O Observatório de Bioeconomia na Amazônia visa mapear, monitorar e analisar a bioeconomia na região amazônica, com foco na identificação de oportunidades e desafios para o desenvolvimento sustentável. Através da visualização e interpretação de dados relacionados à agricultura, pecuária e outros setores, o objetivo é fornecer informações robustas para subsidiar a tomada de decisões estratégicas por parte de diversos públicos, incluindo governos, instituições de pesquisa e empresas. Metodologia: Para alcançar o objetivo, foram utilizadas diversas estratégias metodológicas e ferramentas. Inicialmente, realizou-se a coleta de dados de fontes diversas, incluindo bases de dados públicas, relatórios de instituições entre outros. Em seguida, foram utilizadas ferramentas de código aberto, como Python e Plotly Express, para coletar, processar e visualizar os dados. Essa abordagem permite flexibilidade, transparência e acessibilidade na análise de dados, promovendo uma tomada de decisão estratégica mais inclusiva e econômica. A metodologia incluiu também a criação de um dashboard interativo com o Streamlit, permitindo a exploração dinâmica dos dados. Resultados: Os resultados obtidos através do Observatório de Bioeconomia na Amazônia incluem insights valiosos sobre a dinâmica da bioeconomia na região ao longo do tempo. Os gráficos e visualizações gerados permitem identificar padrões, tendências e correlações entre os diferentes setores, como agricultura e pecuária. Além disso, as estatísticas descritivas fornecem uma visão resumida e abrangente dos dados, facilitando a compreensão e interpretação dos mesmos. Conclusão: O desenvolvimento do Observatório de Bioeconomia na Amazônia representa um passo importante na promoção do desenvolvimento sustentável da região. Ao fornecer acesso a informações detalhadas e análises relevantes sobre a bioeconomia, o observatório contribui para uma tomada de decisão mais informada e embasada por parte dos diversos atores envolvidos. No entanto, é importante ressaltar a necessidade contínua de atualização e aprimoramento do observatório, bem como a busca por fontes de dados mais robustas e abrangentes para subsidiar análises futuras. 

Palavras-Chave: Observatório; Bioeconomia; Sustentabilidade; Amazônia.





PFSENSE: UMA SOLUÇÃO EFICAZ PARA SEGURANÇA DE REDES 

Girleane Cardoso Sampaio¹, Marialina Correa Sobrinho¹, Katyellen Souza Viana¹, Amanda Ferreira Oliveira¹, Rosiane Figueiredo dos Santos¹, Marcelo Ferreira de Souza¹

Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)¹
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil

girleane.sampaio@discente.ufopa.edu.br
marialina.correa@ufopa.edu.br,
katyellen.viana@discente.ufopa.edu.br
amanda.fo@discente.ufopa.edu.br
rosiane.figueiredo@discente.ufopa.edu.br
marceloswap@gmail.com 

Introdução: A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) - Campus de Oriximiná, atualmente composta pelos cursos de Sistema de Informação e Ciências Biológicas, atende 371 acadêmicos. O gerenciamento e monitoramento da rede são realizados pelo Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC), que emprega tecnologias avançadas, incluindo o destacado PFSense, baseado no sistema operacional FreeBSD. Objetivo: Oferecer uma solução robusta e versátil em segurança de redes, atuando como um firewall de código aberto, permitindo salvaguardar ambientes institucionais e residenciais de ameaças digitais, provendo uma diversidade de funcionalidades, incluindo firewall, VPN, balanceamento de carga, roteamento e filtragem de conteúdo. Metodologia: Desenvolvido com base no sistema operacional FreeBSD, o PFSense é o resultado do esforço colaborativo da comunidade de código aberto, liderado pela Netgate. A escolha do FreeBSD como fundação decorre de sua reputação de estabilidade, segurança e flexibilidade. Resultados: Após sua implementação em um ambiente de Tecnologia da Informação (TI) em uma instituição de ensino, o PFSense demonstra ser uma ferramenta indispensável para a gestão de segurança de redes. A oportunidade de acompanhar o uso do PFSense na prática, veio a partir de uma visita técnica da disciplina Gerência de Serviços em Tecnologia da Informação, ao CTIC, da Universidade Federal do Oeste do Pará, para melhor compreensão dos serviços de TI. Constatou-se que de fato a ferramenta contribui de maneira eficiente e eficaz para gerenciar a rede de forma autônoma e ágil. O profissional de TI, que responde pelo CTIC no campus da UFOPA de Oriximiná, explicou sua rotina diária, e com a máquina virtual implementada, tudo fica muito mais dinâmico e facilita o trabalho de gerenciamento da Rede da Universidade. A flexibilidade do PFSense permite uma personalização profunda para atender às necessidades específicas das instituições, oferecendo proteção contra uma grande quantidade de ameaças externas e internas. Conclusão: O PFSense se estabelece como uma escolha preeminente para a implementação de firewall em redes de diversos tamanhos, destacando-se por sua natureza open source, transparência e adaptabilidade. A simplicidade de sua interface de gerenciamento, aliada ao suporte contínuo da comunidade e atualizações regulares, assegura que o PFSense permaneça relevante frente às evoluções das ameaças de segurança de redes. 

Palavras-chave: firewall; segurança de rede; freeBSD; VPN; código aberto.





PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO PARA A ESCOLA SÃO FRANCISCO, ÓBIDOS/PARÁ 

Abner Estevão Xabregas Guimarães
Instituto Federal do Pará
Email: abner.123estevao@gmail.com

Edilenon Pinto Vieira
Instituto Federal do Pará
Email: vieira_leno12lp@hotmail.com

Allysson Moura Luz
Instituto Federal do Pará
Email: allysson.luz@ifpa.edu.br 

Este texto trata de uma pesquisa em andamento que visa desenvolver um sistema de gestão escolar para otimizar os processos pedagógicos e acadêmicos em uma escola pública do município de Óbidos/Pará. Surgiu das dificuldades que muitas escolas têm com os processos de gestão para promover maior independência e validade dos dados. Percebe-se que há uma lacuna a ser preenchida, especificamente em relação ao dia-a-dia da administração e aos indivíduos que fazem parte da comunidade escolar. Daí a necessidade deste trabalho. Para o desenvolvimento do sistema de gestão escolar, propomos os seguintes procedimentos: (i) A análise de pré-implementação (diagnóstico da situação atual, definição dos requisitos do sistema e benchmarking e pesquisa de mercado). Essa etapa ocorreu por meio de uma pesquisa de campo de análise aprofundada dos processos administrativos e pedagógicos atuais da escola, mapeando falhas, gargalos e oportunidades de otimização. (ii) Planejamento da implementação (definição da equipe e criação do plano de implementação). Ocorrerá com uma equipe multidisciplinar composta por membros educacionais e especialistas em tecnologia da informação, garantindo o conhecimento técnico e expertise pedagógica essencial para o êxito do projeto. Nesta fase será executado um plano detalhado que contemple as etapas de desenvolvimento, testes, treinamento dos usuários e implantação do SGE, definindo prazos, responsáveis e recursos necessários; e (iii) Pósimplementação (avaliação, monitoramento, suporte e manutenção). Será baseada na avaliação e monitoramento que implica na realização de avaliações periódicas para verificar a efetividade do SGE no alcance dos objetivos propostos, identificando pontos fortes, áreas de melhoria e necessidades de ajustes. Espera-se ao final que este sistema possa proporcionar uma gestão escolar mais eficiente, otimizando os processos pedagógicos e acadêmicos. Além disso, o sistema deve permitir uma maior independência na manipulação e validação dos dados, reduzindo as dificuldades enfrentadas atualmente. Por fim, também espera-se melhorar a comunicação e a colaboração entre todos os membros da comunidade escolar. 

Palavras-chaves: Gestão Escolar. Sistema de Gestão. Escola Pública.





PROTÓTIPO DE SISTEMA WEB PARA REGULARIZAÇÃO DE CADASTRAMENTO FUNDIÁRIO EM ÓBIDOS/PA 

Afonso Henrique Guimarães De Matos;
IFPA, e-mail:
afonso99matos@gmail.com
Álef Elisiário Almeida;
IFPA, e-mail:
alefelisiario.contato@gmail.com
Cristina Lucia T. Oliveira Marinho;
IFPA, e-mail:
marinhocristina730@gmail.com
Luis Felipe Bentes Marinho;
IFPA, e-mail:
bentesfelipe110@gmail.com
Sônia Maria Soares De Lima;
IFPA, e-mail:
sonias.soares.lima@gmail.com
Valter Luis Fernandes Veras;
IFPA, e-mail:
vlveras13@gmail.com
Vanderlei Costa Caetano;
IFPA, e-mail:
vanderleicostacaetano@hotmail.com
Orientador: Angel Pena Galvão
IFPA, e-mail:
angel.galvao@ifpa.edu.br
 

Resumo. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um protótipo de Sistema Web para regularização e cadastramento fundiário, o qual será identificado como “Facilite Cidade”. A ideia com o protótipo se é o gerenciamento de informações sobre regularização de cadastramento fundiário no Município de Óbidos/PA com vistas a atender a demanda do Setor de Terras que está vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças. Atualmente, os serviços fornecidos nessa repartição pública, em sua maioria, são feitos de forma manual utilizando papel e arquivados em pastas. Objetivando melhorias para o setor e celeridade nos processos para os proprietários de terra se pensou na criação do sistema web para solução do problema. Contudo, em virtude, do tempo reduzido para a execução do projeto optou-se pelo protótipo e assim foi feito o levantamento de requisitos de funcionalidades para o sistema web, a criação do sistema e a testagem do mesmo. A metodologia adotada foi de análise bibliográfica e exploratória, pesquisa de campo por meio de questionário via google forms aos funcionários do Setor de Terras, além da criação das primeiras fases do sistema. O referencial teórico teve como base Sommerville (2011), Wakulicz (2016) e Pressman (2021). Os resultados apontam que com a implantação do sistema web “Facilite Cidade” será extremamente útil à população, pois agilizará o atendimento das solicitações dos proprietários de terra, reduzirá o uso de papeis, além de facilitar o serviço dos servidores que trabalham no Setor de Terras. Contudo, sugere-se que a pesquisa de campo seja ampliada e alcance os proprietários de terra/terreno. É possível que com a ampliação da pesquisa o sistema ganhe outras funcionalidades. 

Palavras-chave: Regularização fundiária; Setor de Terras; Sistema Web 

REFERÊNCIAS:
PRESSMAN, Roger S. Engenharia de software: uma abordagem Profissional [recurso eletrônico]. Tradução: Francisco Araújo da Costa; revisão técnica: Reginaldo Arakaki, Julio Arakaki, Renato Manzan de Andrade]. – 9. ed. – Porto Alegre: AMGH, 2021. E-pub. Editado também como livro impresso em 2021. 

SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de Software. Tradução Ivan Bosnic e Kalinka G. de O. Gonçalves; revisão técnica Kechi Hirama. — 9. ed. — São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011. 

WAKULICZ, Gilmar Jorge. Sistemas de informações gerenciais. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, Colégio Politécnico, Rede e-Tec Brasil, 2016.





PULSO DE INUNDAÇÃO NA BACIA AMAZÔNICA: ESTUDO DE CASO EM ORIXIMINÁ-PA ATRAVÉS DE SENSORIAMENTO REMOTO E TÉCNICAS COMPUTACIONAIS

 Caroline Cruz da Silva
Universidade Federal do Oeste do Pará-UFOPA Campus Oriximiná
caroline.ufopa@gmail.com
Flávia Pessoa Monteiro
Universidade Federal do Oeste do Pará-UFOPA Campus Oriximiná flaviamonteiro.comp@gmail.com 

Introdução: A importância da área de várzea na bacia amazônica, abrangendo aproximadamente 300.000 km², destaca-se ainda mais quando consideramos sua relevância para as comunidades locais e o significativo potencial econômico que oferece. As águas dessas regiões transportam sedimentos ricos em nutrientes, ocupando as margens dos rios e enriquecendo o solo. No entanto, as atividades humanas, que degradam o solo e aumentam emissões de gases agravantes para o efeito estufa, aumentando significativamente os riscos de desastres naturais. Objetivo: verificar como estava configurado o pulso de inundação nas proximidades do município de Oriximiná-PA de 1994 a 2018, por meio de sensoriamento remoto e técnicas computacionais. Metodologia: Este trabalho foi realizado no município de Oriximiná localizado na região norte, enriquecendo a compreensão das dinâmicas do nível da água na Bacia Amazônica. Para isso, foram empregadas imagens dos satélites Landsat 5 e 8, obtidas na órbita/ponto 228/61, para a composição RGB das imagens foi usado o software Qgis. Já para verificar cotas(chuvas) foram baixados os dados de cotas da estação meteorológica de Óbidos do site Hidroweb, onde foram selecionados dados do mesmo dia de cada imagem do conjunto de imagens e depois foi criado um arquivo .csv para salvar esses dados, com isso, foram criados algoritmos para fazer a leitura desses dados utilizando a linguagem de programação Python. Resultado: tem-se como resultado gráfico que mostra como está o pulso de inundação dos anos de 1994 a 2018, determinando assim a cota de referência de inundação desta região. A aplicação de algoritmos de aprendizado de máquina na análise de imagens multiespectrais foi essencial para essa classificação. Conclusão: Esse estudo servirá como apoio para a continuação dessa linha, onde a ideia principal será realizar a classificação automática de áreas alagáveis dessa região. Podendo assim compreender melhor a interação entre atividades humanas, biodiversidade e ciclos naturais nessas áreas, espera-se fortalecer a sustentabilidade ambiental e promover o desenvolvimento socioeconômico na região de Oriximiná-PA. 

Palavra-Chave: Pulso de inundação; Sensoriamento Remoto; Técnicas Computacionais.





REVITALIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA ESCOLA MUNICIPAL GUILHERME LOPES DE BARROS UTILIZANDO SOFTWARE LIVRE: UM ESTUDO DE CASO COM O LINUX LUBUNTU

Eva ramos Figueira¹; Gisele De Paiva Almeida¹; Layza Vitória Pinto da Silva¹; Mirella Vitória da Gama Gomes¹; Paulo Vinicius de Freitas Pinheiro¹; Siany Crizostomo da Silva¹; Edinelson Luis de Sousa Junior²

Resumo

Este trabalho aborda a revitalização do laboratório de informática da Escola Municipal de Ensino Infantil Guilherme Lopes de Barros, localizada em Óbidos-PA, através da revitalização dos computadores e implementação de software livre, em parceria com o IFPA Campus Óbidos. Partindo de uma análise dos desafios enfrentados pelas escolas públicas no uso dos laboratórios de informática do projeto PROINFO, destacamos a importância de estabelecer parcerias entre as instituições de ensino e as escolas municipais para promover a inclusão digital e melhorar a qualidade da educação. O objetivo geral do trabalho é revitalizar o laboratório de informática, enquanto os objetivos específicos incluem realizar um levantamento das necessidades, instalar o sistema operacional Linux Lubuntu, conduzir avaliações detalhadas dos computadores e investigar a aceitação dos usuários ao novo sistema. Utilizando uma abordagem de pesquisa-ação, foram realizadas etapas de diagnóstico, implementação de ações e avaliação dos resultados. Os resultados indicam melhorias significativas na infraestrutura tecnológica, com a recuperação de 9 dos 19 computadores, instalação do sistema operacional Linux Lubuntu e realização de testes de desempenho percebeu-se que ocorreu uma melhora no uso destes equipamentos. A pesquisa aplicada junto aos funcionários da escola demonstrou um aumento na conscientização sobre a importância da manutenção dos equipamentos e a aceitação do sistema Linux. Conclui-se que a colaboração entre o IFPA e escolas municipais é fundamental para promover a inclusão digital e preparar os alunos para os desafios do mundo digital contemporâneo.

Palavras-chave: Revitalização, Laboratório de Informática, Software Livre, Capacitação, Inclusão Digital.


¹ Discente IFPA Campus Óbidos. ² Docente IFPA Campus Óbidos.





SOFTWARE LIVRE COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA: UM LEVANTAMENTO NAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA NA CIDADE DE ÓBIDOS-PA

Eva ramos Figueira
Instituto Federal do Pará
eva.ramosfigueira03@gmail.com

Gisele De Paiva Almeida
Instituto Federal do Pará
gigimeida02@gmail.com

Layza Vitória Pinto da Silva
Instituto Federal do Pará
layzavitora71@gmail.com

Siany Crizostomo da Silva
Instituto Federal do Pará
sianycrizostomodasilva@gmail.com

Edinelson Luis de Sousa Junior(Orientador)
Instituto Federal do Pará
Edinelson.sousa@ifpa.edu.br

João Lúcio de Souza Junior(Coorientador)
Instituto Federal do Pará
joao.lucio@ifpa.edu.br

Resumo

O presente trabalho investigou o uso de software livre como ferramenta pedagógica nas escolas de educação básica em Óbidos-PA, contextualizando-o no âmbito do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo). Com uma abordagem quantitativa, foi realizada a aplicação de um questionário com diretores, coordenadores pedagógicos e professores de oito escolas, abordando temas como disponibilidade do laboratório de informática, formação dos professores, tipos de software livre utilizados, desafios enfrentados e sugestões para melhorias. Os resultados revelaram que atualmente 75% das escolas não possuem laboratório de informática, destas 100% já tiveram um em algum momento um laboratório. Metade das escolas estão com os computadores guardados na escola, e 100% das instituições entrevistadas utilizam software livre, principalmente o sistema operacional Linux. O principal desafio apontado na pesquisa foi a falta de conhecimento sobre o Linux por parte dos professores e funcionários, sendo que 87,5% não recebem formação adequada para o uso desta tecnologia. As sugestões para melhorias no processo incluíam a formação de professores e a manutenção dos computadores. Conclui-se que, embora o software livre seja predominante, sua eficácia é limitada pela falta de capacitação dos profissionais e pela ausência de políticas educacionais voltadas para sua implementação. Recomenda-se investimento em formação continuada e o desenvolvimento de políticas públicas que incentivem o uso efetivo do software livre, visando promover uma educação mais inclusiva, tecnológica e alinhada com as demandas dos dias atuais.

Palavras-chave: Software Livre, Educação Básica, Tecnologia Educacional, Formação de Professores, Políticas Educacionais.





SOFTWARES NO GERENCIAMENTO DAS REDES: UMA EXPERIÊNCIA DO USO PRÁTICO DO MIKROTIK NO CTIC DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - CAMPUS ORIXIMINÁ 

Neidiane Andrade Soares¹, Andressa dos Santos Lopes¹, Marialina Corrêa Sobrinho¹, Anne Larice dos Santos Lopes¹, Wagner Viana Sampaio¹, Ellen Cristina Viana de Oliveira¹, Victo Hugo Cunha Pedroso¹

Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)¹
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil

neidiane.soares@discente.ufopa.edu.br,
andressalopesbr@gmail.com,
marialina.correa@ufopa.edu.br,
annelarice93@gmail.com,
wagner.sampaio@discente.ufopa.edu.br,
ellen.cristinavianabennoda@gmail.com,
victohugo.pessoal@gmail.com 

Introdução: A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)- Campus Oriximiná, atualmente composta pelos cursos de Sistema de Informação e Ciências Biológicas, atende 371 discentes. A rede do campus é monitorada e gerenciada pelo Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC), utilizando softwares e tecnologias avançadas. Destaca-se, o MIKROTIK, conhecido pelo seu sistema operacional RouterOS. Objetivo: Explorar e compreender a aplicação prática do software MikroTik no gerenciamento da rede pelo CTIC no Campus UFOPA Oriximiná. Metodologia: A partir da realização da aula prática da disciplina de Gerência de Serviços de Tecnologia da Informação, realizou-se uma visita ao CTIC, traçando observações diretas ao seu gerenciamento, focando especialmente na configuração e operação da rede utilizando o software MikroTik. Buscando compreender os principais desafios enfrentados e as soluções encontradas com o uso do software. Resultados: Por meio de observações, revelaram a versatilidade do software na configuração e administração da rede, permitindo o controle detalhado e eficiente dos recursos de rede. O técnico responsável pelo CTIC demonstrou como o software é utilizado para otimizar o desempenho da rede, garantir a segurança dos dados e facilitar a manutenção dos equipamentos. Conclusão: A visita proporcionou uma visão abrangente sobre o uso prático do MikroTik na rede. Evidenciando como uma ferramenta poderosa e flexível, capaz de atender às demandas complexas das redes modernas. Reforçando a importância de sua implementação em instituições de ensino público, o que significa não apenas uma melhoria na infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI), mas também uma oportunidade de educar os futuros profissionais de TI sobre tecnologias de rede avançadas. A flexibilidade e eficiência deste software fazem dele uma escolha acertada para qualquer organização que busque melhorar sua gestão de redes. 

Palavras-chave: MikroTik; gerenciamento de rede; instituições de ensino; desempenho da rede.





SOFTWARES NO GERENCIAMENTO DAS REDES: USO PRÁTICO DA FERRAMENTA OPEN SOURCE ZABBIX NO CTIC DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - CAMPUS ORIXIMINÁ 

Wellygnton Chaves de Matos1 ; Marialina Corrêa Sobrinho1 ; Allan Iury Mendes dos Santos1 ; Claudenor Neves Pantoja1 ; Fabiana Femuri Wai Wai1 ; Nivaldo Xakara Wai Wai1; Jorge de Aguiar Palheta Junior1 

Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)¹
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA – Brasil

 wellygntonc@gmail.com
marialina.correa@ufopa.edu.br
allanm970@gmail.com
claudepantoja.ptr@gmail.com
fabianawaiwai2019@gmail.com
nivaldoxakara@gmail.com
jorgepalheta2@gmail.com 

Introdução: A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) - Campus Oriximiná, atualmente atende 371 acadêmicos, divididos entre os cursos de Sistema de Informação e Ciências Biológicas. A rede do campus conta com o Centro de Tecnologia da Informação (CTIC), responsável pelo monitoramento e gerenciamento da rede, utilizando principalmente ferramentas open source. Destaca-se entre elas, o Zabbix, ferramenta poderosa para empresas e organizações com suporte a monitoração distribuída. Objetivo: Investigar e entender o uso do Zabbix como software de gerenciamento de redes no CTIC do campus da UFOPA na cidade de Oriximiná. Metodologia: A partir da realização da aula prática da disciplina de Gerência de Serviços de Tecnologia da Informação, realizou-se uma visita ao Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação, buscando entender suas diretrizes de gerenciamento, e como a ferramenta open source de monitoramento Zabbix atua na rede, quais suas principais funcionalidades e sua importância no gerenciamento da rede do campus. Resultados: Por meio de observação, destacou-se a versatilidade prática e as funcionalidades da ferramenta diante do funcionamento da rede. O técnico responsável pelo CTIC, demostrou o funcionamento do Zabbix na rede em tempo real, permitindo observar o monitoramento detalhado de todo tráfego com o uso da ferramenta, e a capacidade de coletar dados dos mais diversos tipos de equipamento dispostos na rede. Conclusões: A visita ao CTIC, proporcionou entender a eficácia e versatilidade prática do uso da ferramenta que é o Zabbix, capaz de monitorar todo tráfego da rede, como largura de banda, taxas de transferências, possíveis gargalos na rede, latência, falhas de desempenho, atividades suspeitas, malwares, ou comportamento anormal da rede, o que permite tomar medidas imediatas que venham a prevenir esses tipos de problemas, tornando a rede não só estável mantendo suas disponibilidades, mas também segura aos seus respectivos usuários. Tal ferramenta mostrou-se de extrema importância ao CTIC, o que reforça ainda mais como a mesma pode ser aplicada a diversas áreas, assim como instituições de ensino público, sua aplicação vai muito além de apenas monitorar e otimizar a infraestrutura de Tecnologia da Informação, mas sim, de se criar uma cultura de boas práticas tendo em vista a disponibilidade e a segurança dento de uma rede. 

Palavras-chave: Zabbix; monitoramento; otimização; segurança.





TECNOLOGIA E SUSTENTABILIDADE: DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PARA COOPERATIVA DE BENEFICIAMENTO DE CASTANHA DO PARÁ 

Sandyella Silva Soares¹,
Clayton André Maia dos Santos¹
¹ Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil

Sandyella.saores@discente.ufopa.edu.br,
clayton.santos@ufopa.edu.br 

RESUMO 

Este projeto visa desenvolver um site para a Cooperativa de Beneficiamento de Castanha do Pará, na Comunidade de Urubutinga, município de Terra Santa, estado do Pará. Com isso, busca-se promover os princípios da bioeconomia e da sustentabilidade na região. O site funcionará como uma plataforma online para divulgar os produtos da cooperativa, educar os visitantes sobre práticas sustentáveis na produção de alimentos e promover o comércio justo entre produtores e consumidores. Utiliza tecnologias modernas livres como HTML, CSS, React, com apoio do Figma para o design e Wix para hospedagem, busca-se garantir um site acessível e funcional para todos os usuários. Ao incorporar frameworks como Bootstrap ou Material-UI, tem-se uma experiência de usuário consistente. O design e a estrutura do site foram desenvolvidos com base em pesquisas de mercado e nas necessidades identificadas pela cooperativa e pela comunidade. Como resultado, tem-se um site funcional e atraente, permitindo que os usuários conheçam a história da cooperativa, seus produtos, práticas sustentáveis e iniciativas de desenvolvimento comunitário. Recursos de comércio eletrônico foram implementados para facilitar a compra direta de produtos pelo site. O desenvolvimento deste site representa um avanço significativo na promoção da bioeconomia e da sustentabilidade na região. Através de tecnologias modernas e práticas sustentáveis, foi construída uma ponte digital entre produtores e consumidores, promovendo o comércio justo e o desenvolvimento socioeconômico na comunidade de Urubutinga e em toda a região. Este projeto demonstra o potencial da tecnologia para impulsionar mudanças positivas na agricultura e na economia local.

Palavras-chave: Website, Tecnologias livres, Sustentabilidade; Bioeconomia.





TECNOLOGIA WEB APLICADO A BIOECONOMIA: OBSERVATÓRIO DA CASTANHA DA AMAZÔNIA 

Neidiane Andrade Soares¹, Ellen Cristina Viana de Oliveira¹, Wagner Viana Sampaio¹, Anne Larice dos Santos Souza¹, Marcelo Vinicios Almeida da Costa¹, Marcio José Moutinho da Ponte¹, Clayton André Maia dos Santos¹ 

Universidade Federal do Oeste do Pará¹
Caixa Postal 68270-000 - Oriximiná - PA - Brasil

neidiane.soares@discente.ufopa.edu.br,

ellen.cristinavianabennoda@gmail.com,
wagner.sampaio@discente.ufopa.edu.br,
anne.souza@discente.ufopa.edu.br,
marcelo.v.almeida.c@gmail.com,
marcio.ponte@ufopa.edu.br,
clayton.santos@ufopa.edu.br 

Introdução: A Amazônia, por sua heterogeneidade cultural, ambiental, social e econômica, exige diferentes estratégias de bioeconomia que atuam como solução para uma economia sustentável. Neste contexto, a castanha da amazônia tem grande potencial na sua formação social e econômica, e está entre os produtos mais comercializados no mercado nacional e de exportação, sustentando inúmeros povos e comunidades tradicionais da Amazônia. Apesar de seu destaque, apresenta desigualdades na distribuição de renda. Objetivando promover a transparência, eficiência, sustentabilidade, inovação e a valorização da cadeia produtiva, a plataforma web - Observatório da Castanha da Amazônia (OCA), ressalta a necessidade de integrar as tecnologias e os saberes tradicionais. Objetivo: Desenvolver um Observatório Web da cadeia produtiva da Castanha da Amazônia, integrando inovação tecnológica e os saberes tradicionais. Metodologia: Delineado em três etapas essenciais: análise, planejamento e implementação. Na primeira fase, tem-se a identificação e análise de outros observatórios, coleta das informações pertinentes à cadeia produtiva e o levantamento dos requisitos. Na fase de planejamento, elaborou-se o design do site, considerando a identidade visual da região e os princípios de usabilidade. Utilizando o Figma para o desenvolvimento dos protótipos de telas, o Git/GitHub para controle de versionamento e gestão do projeto com aplicação de controle de sprints com método ágil Scrum, e o React e Ant Design, para garantir eficiência e robustez. Resultados: Cada ferramenta desempenha um papel crucial no desenvolvimento do site. O Figma permite uma visualização precisa do design, o Git/GitHub, contribui para a manutenção da qualidade e confiabilidade do Observatório, o React proporciona um ambiente de desenvolvimento ágil e escalável, e o Ant Design, agiliza o processo de desenvolvimento de componentes visuais. Conclusões: A implementação do Observatório demonstra o potencial dos softwares quando aplicados de formas estratégicas e integradas, destacando-o como exemplo impactante do uso das ferramentas tecnológicas para a promoção de comunidades e setores econômicos, alinhando desenvolvimento tecnológico com o desenvolvimento sustentável. 

Palavras-chave: Observatório; Castanha da Amazônia; Desenvolvimento Sustentável; Tecnologias Web; Amazônia.





TESTES DE VELOCIDADE: UMA PROPOSTA DE ENSINO DE QUÍMICA PARA O ENEM

Nárrysson Luiz Sousa da Costa – IFPA
(narrysson.costa@ifpa.edu.br)

A iniciativa deste trabalho tem como objetivo proporcionar a cada estudante a resolução de cada questão do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em até três minutos, com o uso de testes de velocidade sob a forma de simulados, para os alunos do 3º ano do ensino médio do IFPA – Campus Óbidos. A metodologia é baseada segundo a taxonomia de Bloom, que norteia os níveis de dificuldade de cada item (questão), conforme os verbos de comando presentes em cada enunciado. Entre os alunos da instituição, constatou-se que há um desconhecimento referente às habilidades e competências da matriz de referência do certame, o que além de outros fatores, pode prejudicar no número de aprovados. Foi então realizada uma capacitação inicial sobre a taxonomia de Bloom, teoria da resposta ao item (T.R.I.), dentre outros termos, tanto para os professores, quanto para os alunos. A partir da aplicação de cinco testes, os dados coletados com o uso do software livre CALC, presente no pacote do LibreOffice, possibilitou o acompanhamento do progresso de cada aluno participante, e inclusive, apontando os assuntos já dominados, baseado nas habilidades presentes em cada item, sendo possível verificar alguns alunos que se destacavam dos demais. Os dados foram organizados em tabela, o que posteriormente, possibilitou a confecção de gráficos de desempenho, que facilitaram a visualização e progressão de perspectivas dos alunos. Portanto, pode-se inferir que esta metodologia foi de grande valia para uma melhor orientação sobre qual curso e instituição o aluno poderia escolher, inclusive, em qual região do país, pois munido da informação numérica de notas mínimas de corte de cada curso e cruzando com as informações do projeto em andamento, foi possível prever as possiblidades de êxito da maioria dos alunos.
Palavras-chave: enem; taxonomia; Bloom; velocidade.





UMA PROPOSTA DE SISTEMA DE GESTÃO DE CONHECIMENTO PARA AS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE ÓBIDOS - SIGS 

Alexandre Sampaio Rodrigues
Instituto Federal do Pará
alexsampaio2003@gmail.com

 Davi De Siqueira Freitas
Instituto Federal do Pará
davifreitas1611@gmail.com 

Diôgo Biá Dias
Instituto Federal do Pará
diogobiadias@gmail.com 

João Carlos Sena Rodrigues
Instituto Federal do Pará
jcarlosenar@gmail.com 

Kayllanne Cristine Carvalho de Freitas
 Instituto Federal do Pará
kayllannecarvalhotk@gmail.com 

Angel Pena Galvão
 Instituto Federal do Pará
angel.galvao@ifpa.edu.br 

RESUMO 

O presente artigo propõe a criação de um sistema de gerenciamento de dados escolares para a rede de escolas públicas municipais da cidade de Óbidos. Esse sistema visa auxiliar no processo de virtualização de determinadas informações sobre discentes, docentes e funcionários, as quais, em sua grande maioria, se concentram armazenadas em documentação física. A metodologia do trabalho utilizou pesquisa bibliográfica e de campo na qual foram estudadas outras instituições para compreender como elas fazem a gestão de dados escolares para comparar com a realidade na cidade de Óbidos. Assim, um questionário foi aplicado em Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental. A proposta do sistema SIGS (Sistema de Informações Gerenciáveis Simplificado) visa funcionar Online e Offline a fim reduzir ou substituir o uso de documentos físicos. Por meio dele se pretende aumentar a eficiência nos trabalhos internos nas escolas de ensino fundamental menor e simplificar a comunicação entre a gestão, funcionários e pais. Os resultados apontaram que embora o método tradicional de organizar as informações em pastas individuais possa ser eficaz em várias áreas, acaba se tornando um processo moroso e pouco prático diante das atuais ferramentas de gerenciamento. Após a conclusão da coleta de dados referentes à experiência dos entrevistados, observou-se que houve boa aceitação da proposta do sistema SIGS sendo consideradas as sugestões e experiências compartilhadas para determinar o que poderia ser feito, visando criar algo que realmente fizesse diferença nas atividades cotidianas dos funcionários e gestores das escolas. Desse modo, pode-se afirmar que um sistema de gerenciamento de informações, voltado para dispor dos arquivos de alunos, é de fundamental importância para melhorar a qualidade e eficiência de acesso aos documentos de cada discente registrado em uma escola.
Palavras-chave: Sistema de gerenciamento; Dados escolares; Armazenamento; Eficiência.





UTILIZAÇÃO DE BLOCKCHAIN NA RASTREABILIDADE DA CADEIA DE

SUPRIMENTOS DOS PRODUTOS DA BIOECONOMIA NA AMAZÔNIA

Introdução: A Bioeconomia na Amazônia surgiu como uma abordagem sustentável de desenvolvimento, que busca utilizar de forma inteligente e responsável os recursos biológicos, promovendo o crescimento econômico ao mesmo tempo em que preserva a biodiversidade e os ecossistemas. No entanto, garantir a rastreabilidade e a transparência na cadeia de suprimentos dos produtos da Bioeconomia ainda é um desafio. A falta de informações fornecidas sobre a origem e o processo de produção dos produtos dificulta a confiança dos consumidores e o desenvolvimento de práticas sustentáveis ​​na região. Neste contexto, o presente projeto propõe a implementação de um sistema de rastreabilidade utilizando tecnologias emergentes, como blockchain, para acompanhar o fluxo dos produtos desde sua origem na Amazônia até o consumidor final. Objetivos: Buscamos fornecer aos consumidores informações confiáveis ​​sobre a origem, o processo de produção e a jornada dos produtos até chegar às prateleiras. Além disso, o sistema também visa facilitar a gestão e o monitoramento da cadeia de suprimentos por parte das empresas envolvidas. Este projeto almeja ajudar a fortalecer a Bioeconomia na região amazônica, incentivando o desenvolvimento econômico. Metodologias: O projeto está sendo desenvolvido em etapas distintas para integrar as tecnologias envolvidas de forma harmoniosa. Incluem: Desenvolvimento do Contrato Inteligente em Solidity. Desenvolvimento da Interface de Usuário com React.js de forma dinâmica e responsiva. Criação do Servidor Backend com Node.js e Express - para comunicação entre a interface de usuário e a blockchain. Testes e Validação para realização de testes funcionais, de integração e de usabilidade para garantir o funcionamento adequado e a experiência satisfatória do usuário. Implantação e Monitoramento contínuo do funcionamento da aplicação e realização de ajustes conforme necessário. Resultados: Até o momento, estamos avançando com sucesso na implementação do registro dos produtos na blockchain, possibilitando um acompanhamento minucioso desde a origem até o consumidor final. Além disso, estamos trabalhando no refinamento das interfaces de usuário para tornar o registro de produtos e a visualização da rastreabilidade mais intuitivos e eficientes, garantindo que essas interfaces atendam às necessidades dos usuários e proporcionem uma experiência aprimorada. Conclusões: Conseguimos avançar bastante na criação de uma solução de rastreabilidade usando a  tecnologiablockchain para os produtos da Bioeconomia na Amazônia. Esses passos nos deram uma base sólida para construir um sistema que seja confiável e eficiente.

Palavras-chave:
Rastreabilidade; Cadeia de Suprimentos; Blockchain; Bioeconomia; Amazônia.

{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}