6º Encontro de Extensão do IFPB - ENEX

6º Encontro de Extensão do IFPB - ENEX

presencial Pró-Reitoria De Extensão E Cultura Do IFPB - PROEXC - João Pessoa - Paraíba - Brasil

O evento já encerrou

Separamos alguns eventos que você irá gostar

3º Encontro dos Núcleos de Arte e Cultura do IFPR e 3º Encontro do Professores de Artes do IFPR

25 de Agosto de 2022
Foz do Iguaçu
Evento online

IV Semana Acadêmica de Filosofia: Arte, Ciência e Filosofia (UEL)

24 de Agosto de 2022

XIII Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (CONNEPI)

26 de Setembro de 2022
Porto Velho
Evento online

III Congresso Brasileiro Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia

29 de Agosto de 2022

Sobre o ENEX

Extensão para as diferenças: resistir e esperançar

O Encontro de Extensão e Cultura do IFPB (ENEX), evento acadêmico organizado pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEXC) do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), chega a sua 6ª edição, a despeito de todas as adversidades que vivenciamos nos últimos tempos e todas as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19. O lema resistir e esperançar, desse modo, cai como uma luva, pois a própria realização do evento é um ato de resistência e de esperança.

Além disso, 2021 é, também, o ano em que celebramos o centenário de Paulo Freire, o grande patrono da educação, quem nos ensinou que

É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo”.

O ENEX 2021 é, portanto, uma menção honrosa ao legado do mestre, à sua grande contribuição para a educação como prática transformadora. Mais que nunca é preciso esperançar com Paulo Freire, mostrar o quanto está vivo entre nós que acreditamos e defendemos a educação como prática da liberdade.

Uma educação libertadora, que busca desenvolver a autonomia dos sujeitos, é um princípio basilar da ação extensionista. Aprendemos com Paulo Freire que o processo educativo não se restringe à escolarização e que a construção de conhecimento se dá de forma compartilhada, em uma via de mão dupla entre os saberes acadêmicos e os saberes populares, adquiridos na práxis cotidiana e nas vivências. Nessa perspectiva, consideramos a participação social como um dos principais instrumentos metodológicos emancipatórios da ação educativa. Os princípios da Educação Popular guiam o nosso fazer extensionista e cultural junto aos diversos setores da sociedade.

E se vivemos numa sociedade plural, fortemente marcada pelas diferenças, é necessário lançar luz sobre essas diferenças, que são constantemente ameaçadas. É urgente reivindicar que elas se manifestem e sejam respeitadas, a fim de suplantar qualquer tentativa de segregação e apagamento. A fim de contribuir para a superação das desigualdades que existem nas relações étnico-raciais, de gênero e orientação sexual, e para a inclusão participativa das pessoas com deficiência.

Historicamente vemos um processo de exclusão social, que não garante de fato a todas as pessoas os mesmos direitos. A escola deve ter como prática cotidiana, então, a reflexão sobre as causas geradoras de tais exclusões em nosso modelo de sociedade e o desenvolvimento de ações que visem à eliminação dos abismos socioculturais, que são partes constituintes da sociedade brasileira, desde a sua invenção, em 1500, com a invasão europeia.

Ao longo de nossa história, gestos de resistência têm sido vociferados por lideranças e movimentos sociais. Ao defenderem a existência de outras narrativas, esses sujeitos históricos reivindicam por uma História reveladora das omissões e inverdades do discurso hegemônico, que incorporou os mitos do bom colonizador europeu, da democracia racial e da nação inclusiva em questões de acesso às políticas públicas e às arenas de decisão.

O ENEX 2021 – Extensão para as diferenças: resistir e esperançar é mais um desses gestos de vociferação. É um espaço para o compartilhamento de experiências que buscam: contribuir para a eliminação dos abismos sociais, evidenciados ainda mais pela pandemia da Covid-19; apregoar a importância do investimento em políticas públicas que combatam as desigualdades e que assegurem ações educativas de impacto social, econômico e cultural nos diversos territórios; defender as ações exitosas de reparação histórica, cultural e de justiça social, construídas de forma democrática e participativa, tal como sugere o célebre lema “Nada sobre nós, sem nós”;  reconhecer os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) como instituições promotoras de transformação nas pessoas, ao propor uma educação profissional, tecnológica e humanística, em conexão com o mundo do trabalho e com os espaços da vida social, vislumbrando uma sociedade inclusiva, justa, sustentável e democrática.

Mais do que um evento acadêmico, o ENEX é uma festa, um espaço para celebrarmos e aglutinarmos a nossa produção extensionista e cultural dos últimos dois anos, no contexto de uma educação pública, gratuita, laica, inclusiva, de qualidade e socialmente referenciada.

Convidamos a todos, todas e todes a resistir, refletir e agir em torno do fortalecimento do modelo de educação profissional e tecnológica assentado na educação e extensão populares e no reconhecimento e valorização da diversidade de expressões culturais das comunidades.

            A partir deste momento iniciamos o nosso diálogo sobre o 6º ENEX, que acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de setembro de 2021, trazendo como tema “Extensão para as diferenças: resistir e esperançar”. O evento conta com a participação efetiva de extensionistas, agentes culturais, atores/atrizes sociais e da comunidade acadêmica. É composto por uma grande mostra de extensão e cultura, que contemplará apresentações de trabalhos nas seguintes modalidades: redes de conversa, mostra tecnológica social, mostra artístico-cultural, oficinas com temáticas da extensão e cultura, mesas redondas, feira de economia solidária e criativa e o festival de intérpretes e canções (FESTIN).

 

Objetivos do ENEX

  • Promover debates sobre as atividades de extensão e cultura;
  • Apresentar experiências extensionistas e culturais de instituições profissional e tecnológicas e de educação superior;
  • Identificar novas demandas e parceiros sociais;
  • Publicar e disseminar a produção extensionista e cultural desenvolvida por discentes, servidores(as) e colaboradores(as) de todos os campi do IFPB e de outras instituições;
  • Defender a indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão, ampliando a integração das ações extensionistas com a pesquisa e o ensino do IFPB;
  • Fomentar a interação entre os campi e a sociedade, por meio da apresentação das ações desenvolvidas nos projetos, programas, núcleos e outras atividades de extensão e cultura;
  • Possibilitar o encontro de saberes e experiências entre os integrantes de ações extensionistas e culturais desenvolvidas nas instituições educacionais;
  • Propiciar o desenvolvimento de novas habilidades e competências para os discentes e servidores(as), sobretudo a cultura, a inovação e a educação popular como práxis da extensão.

Atividades

OFICINAS DE EXTENSÃO E CULTURA

           


As Oficinas de Extensão e Cultura se constituem em uma ação pedagógica de caráter teórico e prático, presencial, semipresencial ou a distância, visando ao aprimoramento de técnicas específicas necessárias ao desenvolvimento, atualização e aperfeiçoamento de conhecimentos.

Do ponto de vista teórico-metodológico, as oficinas concebem-se, como uma ação prática de construção e reconstrução do conhecimento. Nesse contexto, se caracterizam como espaços usados para trocas de informações e produção de saberes sobre temas diversos da extensão e da cultura.

Nas oficinas práticas os participantes entram em contato com diferentes materiais, sendo incentivados à criatividade e ao aprimoramento de habilidades e técnicas, conforme suas competências. Estimulam e desenvolvem, portanto, a imaginação e o poder da criação e do saber fazer entre as pessoas participantes.

As oficinas teóricas se apresentam como momentos de reflexão e discussão, nos quais os participantes podem estabelecer uma relação mais significativa com o assunto debatido, gerando conflitos construtivos, com vistas ao engajamento político de transformação.

No ENEX 2021, as oficinas serão realizadas no dia 21 de setembro de 2021, das 14h às 18h.


REDES DE CONVERSA

 


As Redes de Conversas são espaços virtuais para a troca de experiências resultantes de ações de extensão e cultura desenvolvidas no IFPB e na comunidade em geral (comunidades acadêmicas de outras Instituições Públicas de Educação Superior brasileiras - IPES etc.).

Priorizando o diálogo, a participação, o respeito ao outro, o trabalho em grupo e a dinâmica de um constructo contínuo, configuram-se como um espaço em que a preocupação não é a transmissão de conteúdos específicos, mas o despertar para uma nova forma de construção do conhecimento, do ensino e da aprendizagem com base na visão do coletivo, através das experiências vividas.

As Redes de Conversa acontecem nos dias 21 e 22 de setembro de 2021.


MOSTRA ARTÍSTICO-CULTURAL


 

           

             A IV Mostra Artístico-cultural (MAC) – ENEX 2021 tem a finalidade de compor um espaço de formação, avaliação, valorização, acesso, fruição e difusão da produção artístico-cultural do IFPB e da comunidade externa, bem como de articular agentes, grupos e coletivos de arte e cultura no âmbito institucional.

              A Mostra Artístico-cultural faz homenagem à Palmira Palhano e será composta pelas seguintes categorias:

a) música;

b) teatro;

c) dança;

d) artes visuais;

e) audiovisual (curtas metragens);

f) livro e Literatura.

As apresentações acontecem de 20 a 22 de setembro de 2021.


MOSTRA TECNOLÓGICA SOCIAL

 



A II Mostra Tecnológica Social é um evento que apresentará a diversidade do conhecimento científico e tecnológico como fator transformador da sociedade por meio da tecnologia social e da inovação social.

Serão apresentados os trabalhos de extensão desenvolvidos por estudantes e servidores do IFPB e pela comunidade em geral, com foco na disseminação de Tecnologias Sociais / Inovação Social que favoreçam o processo de acessibilidade às metodologias, aos processos e aos produtos tecnológicos por grupos sociais vulneráveis.

            A II Mostra Tecnológica Social acontece nos dias 20 e 22 de setembro de 2021


FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E CRIATIVA



A Feira de Economia Solidária e Criativa foi definida como uma estratégia para a apresentação e circulação de produtos e saberes criativos de trabalhadores e trabalhadoras que integram grupos econômicos coletivos, tendo como princípios a economia solidária na Paraíba dentro do ENEX, no período de 20 a 22 de setembro de 2021.

Em 2021, a feira será realizada na modalidade virtual, através da  plataforma instragram @feiraecosolifpb, conectando produtores e consumidores de modo a fomentar a divulgação e  comercialização, servindo de vitrine para os produtos e serviços.

A economia solidária é meio alternativo de para substituição da economia linear, a produção cooperada e de autogestão, promovendo a necessidade do consumo consciente e responsável. Já as iniciativas com base na economia criativa se caracterizam por utilizarem os saberes sociais, populares, intelectuais e culturais para  gerar valor econômico.


FESTIVAL DE INTÉRPRETES E CANÇÕES DO IFPB - FESTIN 2021

 



O FESTIN 2021 se configura como um processo educativo-musical que visa estimular vivências musicais entre os (as) discentes do IFPB e os (as) discentes das Redes Municipais e Estadual de Educação da Paraíba e os Servidores do IFPB, considerando os desafios e as novas perspectivas da produção musical colaborativa com distanciamento físico e mediada por tecnologias de informação e comunicação.

Este ano, o Festival tem como homenageados os Mestres e Mestras da Paraíba: Banda Cabaçal São Sebastião, Penha Cirandeira, As Ceguinhas de Campina Grande e Dejinha de Monteiro. O tema é “Collab (colaboração) musical em tempos de pandemia”.

As apresentações acontecem no dia 21 de setembro de 2021.

Programação

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Inscrições

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}