CONTROVÉRSIAS DO DESENVOLVIMENTO: Raça, Modernidade e Nação no Sul Global

CONTROVÉRSIAS DO DESENVOLVIMENTO: Raça, Modernidade e Nação no Sul Global

presencial CPDA/UFRRJ - Av. Pres. Pres. Vargas, 417 - 6º andar - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20071-003 - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil

Sobre o evento/About the event

A conferência Controvérsias do Desenvolvimento: Raça, Modernidade e Nação no Sul Global visa alargar os debates académicos e políticos sobre a direção e a relevância da noção de desenvolvimento para a vida coletiva na e com a terra. A partir de várias experiências e contextos nacionais e continentais, um grupo heterogéneo do Sul Global tem vindo a problematizar o discurso tradicional do desenvolvimento quando este é dirigido a grupos considerados marginais. Em muitos deles, existe uma relação direta entre projetos de desenvolvimento e esquemas de neocolonização, dependência e degradação socioambiental. Questões como economias racializadas, intensificação da violência de gênero, neo-extractivismo, precariedade laboral, impactos socioambientais, despossessão anti-negra e anti-indígena compõem o leque de narrativas partilhadas por diferentes movimentos sociais. Nessas narrativas emergem preocupações com a branquitude, a destruição ambiental, a deslocação de comunidades e a degradação dos biomas para transformar o mundo rural e urbano. Estas questões colocam a relação entre desenvolvimento, humanidade e democracia numa tensão crítica.

O evento pretende reunir preocupações, especialmente as de investigadores, ativistas e trabalhadores negros, de diferentes contextos nacionais e quadros teóricos para refletir sobre os rumos e impossibilidades das políticas de desenvolvimento nestas regiões do mundo.

ATIVIDADE


Atividades/Activities

{{item.titulo}}
{{item.horaInicio}}-{{item.horaFim}}
Calendar

Cronograma/Timetable


Convidados internacionais/International guests

Norte-americanos e professores residentes nos EUA

Dra. Janine Jones é professora associada do Departamento de Filosofia da UNCG, onde leciona Introdução à Filosofia, Filosofia de Raça e Gênero (que é cruzada com a WGS), Filosofia das Artes e Filosofia da Mente. Seus interesses filosóficos estão na interseção de questões relativas à imaginação, linguagem, realidade sócio-ontológica, raça e gênero. Suas publicações incluem "Cartesian Conceiving", Metaphysica 5.1 (2004), "If You See Something, Say Something", Black Scholar, winter 43.4 (2013) e, mais recentemente, "Moonlight Rift: Examining Rifts between Presentations of Black, Gay, Male humanity, and Representations of Black, Gay, Male non-Humanity in Moonlight", The Western Journal of Black Studies. Ela é coeditora de Pursuing Trayvon Martin: Historical Contexts and Contemporary Manifestations of Racial Dynamics (Lexington 2012). Recebeu seu Ph.D. da UCLA em 1994.



Dr. Ricado Jacobs é professor assistente do Departamento de Estudos Globais da Universidade da Califórnia, em Santa Barbara. Ricardo Jacobs obteve seu doutorado em Sociologia na Universidade Johns Hopkins. Sua pesquisa se concentra na economia política global da urbanização, ecologia e mudança agrária, com foco na África pós-colonial. Seu trabalho examina como o capitalismo colonial-racial global e a luta de classes de baixo para cima moldam a raça, a etnia, o gênero e a classe em nível local e global. Seu artigo recente, "An Urban Proletariat with Peasant Characteristics: Land Occupations and Livestock Raising in South Africa" - ganhou o prêmio Krishna Bharadwaji e Eric Wolf 2017-2018 do Journal of Peasant Studies e o prêmio Terence K. Hopkins da seção Political Economy of the World System da American Sociological Association. Ele atua como coeditor da Seção de Resenhas de Livros do Journal of Peasant Studies. Antes de ingressar no programa de doutorado, ele trabalhou por mais de 15 anos na área de reforma agrária e fundiária, soberania alimentar, agroecologia e construção de movimentos sociais agrários na África do Sul.



Dra. Lyn Ossome é Professora Associada e Diretora do MISR e, anteriormente, foi Professora Associada de Estudos Políticos na Wits University, Pesquisadora Sênior no Makerere Institute of Social Research, na Makerere University, e Professora Visitante Presidencial na Yale University. Seus livros incluem Gender, Ethnicity, and Violence in Kenya's Transitions to Democracy: States of Violence (2018), o volume co-editado Labour Questions in the Global South (2021) e a próxima monografia intitulada Democracy's Subjections: Colonial Modernity and the Gendered Subject of Violence. Ela participa de vários conselhos, incluindo o editorial das revistas Agrarian South: Journal of Political Economy, Journal of Contemporary African Studies e Feminist Africa; da International Association for Feminist Economics (IAFFE). É atualmente presidente do Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África (CODESRIA). Suas especializações são nos campos da economia política feminista e da teoria política feminista, com interesse de pesquisa em trabalho de gênero, terra e questões agrárias, o estado moderno e a economia política da violência de gênero.



Dra. Denise Ferreira da Silva é filósofa e artista. Atualmente é professora Samuel Rudin de Humanidades e co-diretora do Critical Racial & Anti-Colonial Study Co-Laboratory na Universidade de Nova York e professora adjunta na Monash University School of Art, Architecture, and Design (Austrália). Suas publicações incluem Toward a Global Idea of Race (2007), Unpayable Debt (2022), La Deuda Impagable (2023) e A Dívida Impagável (2024). Seu trabalho artístico inclui os filmes Serpent Rain (2016), 4Waters-Deep Implicancy (2018), Soot Breath/Corpus Infinitum (2020) e Ancestral Clouds/Ancestral Claims (com Arjuna Neuman, 2022) e as práticas artísticas relacionais Poethical Readings, Sensing Salon e Reading with Echo (com Valentina Desideri).



Dr. Marcelo Paixão é professor associado na The University of Texas - Austin, afiliado ao African and African Diaspora Studies (AADS) e Teresa Lozano Long Institute of Latin American Studies (LLILAS). Presidente da Brazilian Studies Association (BRASA), 2020-2022. Bacharel em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1989, mestrado em Engenharia de Produção pela COPPE UFRJ, 1994, e doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) em 2005 e Pós-Doutorado na Universidade de Princeton, onde participou do Projeto Etnicidade e Raça na América Latina (PERLA). Entre 1999-2015 foi professor do Instituto de Economia da UFRJ em regime de Dedicação Exclusiva onde também foi Diretor do Curso de Graduação em Ciências Econômicas (2005-2009) e representante dos professores Adjuntos do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) no Conselho Universitário (2009-1012) liderando o processo de implementação das ações afirmativas nesta Universidade. Entre 2010 e 2012 foi pesquisador do CNPq e Jovem Cientista do Nosso Estado da FAPERJ. Entre 2012-2013 foi bolsista Capes para estágio Pós-doutoral na Universidade de Princeton, New Jersey, EUA. Foi membro do Conselho Universitário da UFRJ entre 2009-2012. Coordena o Laboratory for Ethnic and Racial Equity na Universidade do Texas, um desdobramento das atividades realizadas no Laboratório de Análises Econômicas, Históricas, Sociais e Estatísticas das Relações Raciais (LAESER), da UFRJ e criado em 2006. Realizou e realiza atividades de pesquisa no campo das desigualdades étnico-raciais, relações de trabalho do meio urbano e rural e crise do mundo do trabalho. Nos últimos anos lecionou as disciplinas "Colonialism and Imperialism: interdisciplinary readings", "Measuring Racial Inequality", "Racism and Inequality in Latin America", "Numbering Race", "Tones of Inequality", e "Afro-entrepreneurship and Solidarity Economy: a global perspective". Na Universidade do Texas, Austin foi integrante do Executive Committee do AADS (2019-2020) e é Chair do Award Committee (2020-2021). Em 2020 recebeu da Undergraduate School o prêmio "Signature Course Inclusive Classroom Award".



Dr. Jaime Amparo Alves é professor da Universidade de California, Santa Barbara. Possui graduação em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade de Ribeirão Preto (2003), mestrado em Antropologia - University of Texas at Austin (2008) e doutorado em Antropologia Social - University of Texas at Austin (2012. Pesquisas em Antropologia do Estado e Antropologia das Populações Negras no Brasil e na Colômbia, atuando principalmente nos seguintes temas: terror policial, regimes de securitização e geopolíticas da antinegritude, urbanismo (pos)colonial e insurgência espacial negra. Como antropólogo ativista, tenho desenvolvido pesquisas junto aos movimentos negros de Brasil e Colômbia.

Inscrição/Registration

{{'Label_CodigoPromocionalAplicadoComSucesso' | translate}}
{{'Label_Presencial' | translate}} {{'Label_Online' | translate}} {{'Label_PresencialEOnline' | translate}}

{{item.titulo}}

{{'Label_DoacaoAPartir' | translate}} {{item.valores[0].valor | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{item.descricao}}
{{'Titulo_Gratis' |translate}} {{viewModel.configuracaoInscricaoEvento.descricaoEntradaGratis}}
{{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}} {{entrada.valor | currency:viewModel.evento.moeda}}  

{{entrada.valorComDesconto | currency:viewModel.evento.moeda}}

{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Titulo_Ate' | translate}} {{entrada.validoAte |date: viewModel.evento.cultura.formatoData}}
{{'Label_APartirDe' | translate}} {{entrada.validoDe | date:viewModel.evento.cultura.formatoData}}
Calendar

{{'Titulo_NaoDisponivel' | translate}}

Convidados: Conferências e Mesas/Guests: Conferences and Tables

{{item.nome}}

{{item.nome}}



Local do Evento/Event location

REALIZAÇÃO/REALIZATION:


APOIO/SUPPORT:


COMISSÃO ORGANIZADORA/ORGANIZING COMMITTEE:

Marcelo Carvalho Rosa (CPDA/UFRRJ)

Igor de Sousa (CPDA/UFRRJ)

{{viewModel.evento.titulo}}

{{viewModel.evento.responsavelEvento}}