MOTOBOYS: EMPREENDEDORISMO OU MÃO DE OBRA PRECARIZADA?

Publicado em 02/02/2022 - ISSN: 2675-5734

Título do Trabalho
MOTOBOYS: EMPREENDEDORISMO OU MÃO DE OBRA PRECARIZADA?
Autores
  • Vitor Lucas Nunes Mendes
  • Eduardo Frank da Rosa Oliveira
  • Luiz Henrique Rocha Domingues
  • João Pedro Alencar Esteves
  • Luiz Cláudio da Silva Pinto
Modalidade
Resumo Simples
Área temática
Administração de Organizações
Data de Publicação
02/02/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/xivconince/415058-motoboys--empreendedorismo-ou-mao-de-obra-precarizada
ISSN
2675-5734
Palavras-Chave
PANDEMIA COVID-19, EMPREENDEDORISMO, MOTOBOYS, PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO.
Resumo
A pandemia do covid-19, provocou o aumento do número de desempregados no país, com maior incidência durante o período de isolamento social, gerando a potencialização do empreendedorismo por necessidade. Existem duas vertentes para o empreendedorismo, a oportunidade e a necessidade, o primeiro caso se dá quando o indivíduo identifica uma oportunidade para geração de lucro, o segundo ocorre quando há necessidade pessoal e social, sendo o desemprego e a instabilidade econômica fatores que influenciaram no aumento do número de motoboys. Foi realizado uma busca por referenciais teóricos com ênfase em direitos trabalhistas, direcionado a terceirização do trabalho dos motoboys, seguida de uma pesquisa de campo, contendo 7 perguntas, entre os dias 07/09 a 15/09, respondidos por 30 pessoas, buscando gerar dados dos entregadores da cidade de Avaré- SP. Os resultados obtidos indicam que 57% das pessoas, trabalham a mais de um ano como motoboys, entretanto esse número continua crescendo, diante do desemprego, aumento dos preços e necessidade de uma renda extra, porém 53% consideram as condições de trabalho ruins, mesmo dedicando a maior parte do seu tempo a essa atividade, sendo que 67% trabalham de forma informal, e os outros 33% formalizaram-se para garantir direitos, mediante contribuição. Conclui-se que apesar de gerar renda para a subsistência, as atividades de motoboy não proporcionam condições dignas para o exercício da profissão e não garantem direitos trabalhistas ou possibilidade de manter seu bem-estar e o de sua família em casos de acidentes ou necessidade de repouso, gerando, portanto, a precarização do trabalho.
Título do Evento
XIV Conince
Título dos Anais do Evento
Anais do Conince: Construindo novos tempos
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

MENDES, Vitor Lucas Nunes et al.. MOTOBOYS: EMPREENDEDORISMO OU MÃO DE OBRA PRECARIZADA?.. In: Anais do Conince: Construindo novos tempos. Anais...Avaré(SP) Faculdade Eduvale de Avaré, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/XIVCONINCE/415058-MOTOBOYS--EMPREENDEDORISMO-OU-MAO-DE-OBRA-PRECARIZADA. Acesso em: 23/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes