A INFLUÊNCIA DA MOBILIDADE DO TORNOZELO E DO QUADRIL NO CONTROLE POSTURAL DURANTE O AGACHAMENTO PROFUNDO

Publicado em 19/05/2023 - ISBN: 978-85-5722-765-1

Título do Trabalho
A INFLUÊNCIA DA MOBILIDADE DO TORNOZELO E DO QUADRIL NO CONTROLE POSTURAL DURANTE O AGACHAMENTO PROFUNDO
Autores
  • Rayanne Larissa Silvério Figueirêdo
  • Anderson Gomes Pereira
  • Wilson Viana de Castro Melo
Modalidade
Poster
Área temática
Performance e Fisiologia do Esporte
Data de Publicação
19/05/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/xcnef/613843-a-influencia-da-mobilidade-do-tornozelo-e-do-quadril-no-controle-postural-durante-o-agachamento-profundo
ISBN
978-85-5722-765-1
Palavras-Chave
Agachamento, plataforma de força, mobilidade, centro de pressão
Resumo
Introdução: Dentre os exercícios praticados nas academias, destaca-se o agachamento que, por ser definido como um exercício multiarticular, envolve diversos grupamentos musculares tanto do compartimento anterior, como do posterior da coxa, da perna, do quadril e do tronco. Ademais, a maior aplicabilidade do agachamento é explicada pela sua efetividade em relação à funcionalidade. A execução errada deste exercício, provocada por encurtamentos musculares, pode resultar em movimentos articulares compensatórios no tornozelo, joelhos, quadril e coluna, ocasionando lesões. Objetivo: Verificar a influência da mobilidade do tornozelo e quadril no controle postural durante agachamento profundo, avaliando a variabilidade da posição do centro de pressão (CP) corporal durante a execução do movimento. Metodologia: A amostra será composta por indivíduos treinados e sem histórico de lesões no joelho, tornozelo e quadril por no minino seis meses, do sexo masculino e feminino com idades entre 18 à 30 anos. Para medição do nível de flexibilidade será utilizado o Lunge Test para mobilidade de tornozelo e Straight Leg Raise para mobilidade de quadril. Será usado a plataforma de força da marca EMG System do Brasil, com taxa de aquisição de dados de 500 Hz. As variáveis amplitude ântero-posterior e médio-lateral serão obtidas através da plataforma de força. De forma aleatória, os indivíduos descalços serão orientados a realizar seis agachamentos, sendo três com contração da musculatura do abdômen e três sem contração . Resultados: Após a obtenção dos dados, espera-se que a baixa mobilidade do tornozelo e quadril poderá resultar em uma retroversão pélvica precoce durante a realização do agachamento influenciando o controle postural, aumentando assim a tensão na lombar e articulações envolvidas. Essa comprovação poderá auxiliar o profissional de Educação Física em sua prescrição, como também contribuir para futuros estudos na área.
Título do Evento
X Congresso Nacional de Educação Física, Saúde e Cultura Corporal
Cidade do Evento
Recife
Título dos Anais do Evento
Anais do X Congresso Nacional de Educação Física, Saúde e Cultura Corporal
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

FIGUEIRÊDO, Rayanne Larissa Silvério; PEREIRA, Anderson Gomes; MELO, Wilson Viana de Castro. A INFLUÊNCIA DA MOBILIDADE DO TORNOZELO E DO QUADRIL NO CONTROLE POSTURAL DURANTE O AGACHAMENTO PROFUNDO.. In: Anais do X Congresso Nacional de Educação Física, Saúde e Cultura Corporal. Anais...Recife(PE) UFPE, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/xcnef/613843-A-INFLUENCIA-DA-MOBILIDADE-DO-TORNOZELO-E-DO-QUADRIL-NO-CONTROLE-POSTURAL-DURANTE-O-AGACHAMENTO-PROFUNDO. Acesso em: 24/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes