A VIVÊNCIA FAMILIAR EM MEIO A DEFICIÊNCIA: A IMPORTÂNCIA DE GRUPOS TERAPÊUTICOS NA MATERNIDADE DE CRIANÇAS ATÍPICAS

Publicado em 08/06/2023 - ISBN: 978-85-5722-775-0

Título do Trabalho
A VIVÊNCIA FAMILIAR EM MEIO A DEFICIÊNCIA: A IMPORTÂNCIA DE GRUPOS TERAPÊUTICOS NA MATERNIDADE DE CRIANÇAS ATÍPICAS
Autores
  • Raquel Rufino da Costa
  • PIETRA ALLES TAVARES DA SILVA
Modalidade
Resumo
Área temática
Psicologia
Data de Publicação
08/06/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/vii-simposio-multiprofissional-de-saude-da-regiao-dos-caetes-307205/609096-a-vivencia-familiar-em-meio-a-deficiencia--a-importancia-de-grupos-terapeuticos-na-maternidade-de-criancas-atipic
ISBN
978-85-5722-775-0
Palavras-Chave
Maternidade; Transtorno do Espectro Autista; Estresse Parental; Grupo Terapia.
Resumo
Ao discutir a respeito da criança com deficiência, existe, em grande parte, um olhar direcionado para o indivíduo com o diagnóstico, apontando questões do suporte social oferecido, situações escolares, dentre outras demandas também necessárias. Tendo conhecimento disso, o presente trabalho tem como objetivo elucidar a respeito da importância de Grupos Terapêuticos para mães de crianças com o Transtorno do Espectro Autista. Tal ideia foi desenvolvida após experiências obtidas como voluntárias no projeto de pesquisa “Adaptação Familiar Diante da Deficiência: uma perspectiva positiva das relações em famílias pobres”, coordenado pela Profª. Dr. Simone Souza da Costa Silva, no Laboratório de Ecologia do Desenvolvimento do Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento da Universidade Federal do Pará, junto com práticas acadêmicas, da disciplina “Técnicas de Grupo e Relações Humanas” da graduação em Psicologia na Universidade da Amazônia, no período de Agosto a Dezembro de 2022. Um levantamento bibliográfico foi feito para complementar e fundamentar nossa pesquisa, além dos conhecimentos adquiridos por meio de tais práticas. O que auxiliou numa compreensão dos dados obtidos de forma mais clara, elucidando a importância do Grupo Terapêutico para a promoção de saúde mental para essa parcela da população, a fim que possa de agregar a Psicologia e consequentemente a sociedade. Percebendo esse detalhe na fala de maioria das mães entrevistadas, foi evidente uma falácia que devia ser sanada com urgência. Visto que essas pessoas encontravam-se com alto níveis de estresse parental, o que vinha a impossibilitar o melhor cuidado de suas crianças. Sendo assim, em grupo terapêutico foi formulado, tendo como foco mãe de crianças com TEA. O que veio a proporcionar socialização de suas vivências, e tendo como resultado, a ressignificação de suas experiências, e o que antes era visto como singular e solitário, gerou identificação entre os relatos dessas mães e apoio mútuo. O trabalho com grupos permite a abordagem de demandas específicas e comuns a uma coletividade. Portanto, o presente trabalho visa chamar a atenção para a necessidade de dar assistência a estas mães, para que estas possam ressignificar suas vivências.
Título do Evento
VII SIMPÓSIO MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE DA REGIÃO DOS CAETÉS
Cidade do Evento
Bragança
Título dos Anais do Evento
Anais do Simpósio Multiprofissional de Saúde da Região do Caeté
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

COSTA, Raquel Rufino da; SILVA, PIETRA ALLES TAVARES DA. A VIVÊNCIA FAMILIAR EM MEIO A DEFICIÊNCIA: A IMPORTÂNCIA DE GRUPOS TERAPÊUTICOS NA MATERNIDADE DE CRIANÇAS ATÍPICAS.. In: Anais do Simpósio Multiprofissional de Saúde da Região do Caeté. Anais...Bragança(PA) UFPA, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/vii-simposio-multiprofissional-de-saude-da-regiao-dos-caetes-307205/609096-A-VIVENCIA-FAMILIAR-EM-MEIO-A-DEFICIENCIA--A-IMPORTANCIA-DE-GRUPOS-TERAPEUTICOS-NA-MATERNIDADE-DE-CRIANCAS-ATIPIC. Acesso em: 18/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes