REDES SOCIAIS E SEXUALIDADE: EXPLORANDO OS TIPOS DE MILITÂNCIA QUANTO A IGUALDADE E LIBERDADE SEXUAL

Publicado em 23/09/2022 - ISSN: 2237-8073

Título do Trabalho
REDES SOCIAIS E SEXUALIDADE: EXPLORANDO OS TIPOS DE MILITÂNCIA QUANTO A IGUALDADE E LIBERDADE SEXUAL
Autores
  • Giovane Borges
  • Gabriela Viegas Polano
  • Ana Flávia Galina
  • Jéferson Luís de Azeredo
  • Brenda Roani Cardoso
  • Maria Laura Alexandre Inocêncio
Modalidade
Ensino - Resumo em Andamento
Área temática
Ciências da Saúde - Psicologia
Data de Publicação
23/09/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/sct2021/415150-redes-sociais-e-sexualidade--explorando-os-tipos-de-militancia-quanto-a-igualdade-e-liberdade-sexual
ISSN
2237-8073
Palavras-Chave
Sexualidade, Hermenêutica, Michel Foucault, Cuidado-de-si.
Resumo
Esta pesquisa propõe-se a compreender se os conteúdos dos canais Põe-na-roda e Tempere Drag, ambos do Youtube, apresentam questões de igualdade e liberdade a todos os gêneros a partir da abordagem conceitual trabalhada por Michel Foucault. Este objetivo que traçamos se destaca não só como uma forma de compreendermos o que há de “militância” nos vídeos dos canais, mas nos ajuda a organizar que tipo de argumentos e conceitos são mais expostos na fala destes comunicadores em seus canais de comunicação abertos que procuram explicar a sexualidade humana. Partimos da hipótese de que dentre as muitas apresentações nestes espaços digitais, além destes dois canais selecionados pela sua grande repercussão e número de seguidores, a sexualidade ainda fica quase que restrita a um olhar subjetivo daquele que fala, e por isso, é mister trazer à tona um olhar pela hermenêutica filosófica que possa desviar de relativismos, subjetividades ou dogmatismos, estes três que acarretarão em um movimento até contrário ao desejado, uma coerção e opressão da liberdade de pensar e consequentemente, de ser. Como metodologia, em um primeiro momento, a partir de uma pesquisa bibliografia, procuramos evidenciar o que o autor base nos convida a pensar sobre uma sexualidade para além das representações e instituições de poder, que devolve ao sujeito a capacidade de se perceber e sentir de modo próprio, constituindo o “cuidado-de-si”, conceito caro que responderá ao que procuramos evidenciar na pesquisa. Esse nosso modo de olhar aberto, seguindo uma linha foucaltiana e que dialoga com o tempo e a história, exime-se a sexualidade de ser fechada em algum tipo exclusivo de compreensão, oferece uma base sobretudo, de problematização que liga sujeitos a vontades, respeitando sua condição histórica e de direitos humanos de seu tempo. Com isso, resgata-se uma sexualidade em movimento que poderá ser compreendida para além de uma definição ou formação. E se os vídeos em questão estão claros quanto a isto, é o que nossa pesquisa pretende demostrar pela comparação e diálogo de conceitos.
Título do Evento
XII Semana de Ciência e Tecnologia
Título dos Anais do Evento
Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense)
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital

Como citar

BORGES, Giovane et al.. REDES SOCIAIS E SEXUALIDADE: EXPLORANDO OS TIPOS DE MILITÂNCIA QUANTO A IGUALDADE E LIBERDADE SEXUAL.. In: Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense). Anais...Criciúma(SC) UNESC, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/sct2021/415150-REDES-SOCIAIS-E-SEXUALIDADE--EXPLORANDO-OS-TIPOS-DE-MILITANCIA-QUANTO-A-IGUALDADE-E-LIBERDADE-SEXUAL. Acesso em: 17/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes