EUTERPE EDULIS MARTIUS: ANÁLISE FITOQUÍMICA E ATIVIDADE BIOLÓGICA

Publicado em 23/09/2022 - ISSN: 2237-8073

Título do Trabalho
EUTERPE EDULIS MARTIUS: ANÁLISE FITOQUÍMICA E ATIVIDADE BIOLÓGICA
Autores
  • Laíse Dimer Sant'ana da Rosa
  • Luana Budny Niero
  • Patrícia de Aguiar Amaral
Modalidade
Pesquisa - Resumo em Andamento
Área temática
Humanidades, Ciências e Educação - Ciências Ambientais
Data de Publicação
23/09/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/sct2021/414293-euterpe-edulis-martius--analise-fitoquimica-e-atividade-biologica
ISSN
2237-8073
Palavras-Chave
Polifenóis totais, flavonoides, antocianinas.
Resumo
Euterpe edulis Martius é também conhecido popularmente como palmito branco, palmito verde e juçara. É uma palmeira monocaule, de estipe reto e fino, podendo chegar de 20 a 25 metros de altura (REITZ, 1974). Seu fruto apresenta grande valor nutritivo, possui um alto teor de antocianinas e da presença de polifenóis e ácidos graxos. A juçara demonstra benefícios pela sua elevada capacidade antioxidante devido a sua composição fitoquímica (PACHECO-PALENCIA; MERTENS-TALCOTT; TALCOTT, 2008). As antocianinas são flavonoides responsáveis pela maioria das cores azuis, roxas e vermelhas encontradas em diversas partes das plantas. As antocianinas fazem parte do grupo de flavonoides, compostos fenólicos caracterizados pelo núcleo básico flavílio, a molécula de antocianina é constituída por duas porções de aglicona, um grupo de açúcares e um grupo de ácidos orgânicos, essas são presentes em maior quantidade no extrato da juçara e de outras espécies do gênero, como Euterpe oleracea, o açaí (BOBBIO et al., 2000; SILVA et al., 2013). Este trabalho teve como objetivo realizar a obtenção do extrato bruto de E. edulis, com vista à avaliar seu teor de polifenóis totais e flavonoides. O extrato foi preparado através de maceração utilizando o álcool etílico 70% como solvente. Os polifenóis totais foram determinados de acordo com o método modificado de Swain e Hillis (1959) e os flavonoides foram doseados de acordo com o método de Alves e Kubota (2013) com modificações, ambos os resultados foram demonstrados utilizando a equação da reta obtida com a construção de curva padrão utilizando ácido gálico e quercetina como padrões, respectivamente. A reta obtida para a determinação de polifenóis totais demonstrou a presença total de 399,56 mg/L no extrato de E. edulis. Para flavonoides, foram encontrados 0,391 mg/L no extrato bruto. Durante 12 meses, o extrato permaneceu armazenado sobre refrigeração a -16°C. Após esse período, novas análises foram feitas utilizando o mesmo método, onde foi constatado que os resultados não sofreram diferença significativa, sendo que o metabolismo secundário avaliado não sofreu degradação. É possível concluir que E. edulis é uma espécie com interessante perfil fitoquímico, com alto teor de flavonoides, principalmente de antocianinas, o que pode ser interessante para o mercado farmacêutico, de alimentos e de cosméticos.
Título do Evento
XII Semana de Ciência e Tecnologia
Título dos Anais do Evento
Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense)
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital

Como citar

ROSA, Laíse Dimer Sant'ana da; NIERO, Luana Budny; AMARAL, Patrícia de Aguiar. EUTERPE EDULIS MARTIUS: ANÁLISE FITOQUÍMICA E ATIVIDADE BIOLÓGICA.. In: Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense). Anais...Criciúma(SC) UNESC, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/sct2021/414293-EUTERPE-EDULIS-MARTIUS--ANALISE-FITOQUIMICA-E-ATIVIDADE-BIOLOGICA. Acesso em: 25/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes