AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DA TEMOZOLOMIDA ASSOCIADA A NANOPARTÍCULAS DE OURO EM CÉLULAS DE MELANOMA (B16F10)

Publicado em 23/09/2022 - ISSN: 2237-8073

Título do Trabalho
AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DA TEMOZOLOMIDA ASSOCIADA A NANOPARTÍCULAS DE OURO EM CÉLULAS DE MELANOMA (B16F10)
Autores
  • Maria Eduarda de Melo
  • Giulia dos Santos Pedroso Fidelis
  • Ellen De Pieri
  • Bruna Barros Fernandes
  • Jonathann Corrêa Possato
  • GABRIEL PAULINO LUIZ
  • Camille Mezzari
  • Paulo Emilio Feuser
  • Ricardo Andrez Machado de Ávila
Modalidade
Pesquisa - Resumo Concluído
Área temática
Ciências da Saúde - Nanomateriais
Data de Publicação
23/09/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/sct2021/413802-avaliacao-da-citotoxicidade-da-temozolomida-associada-a-nanoparticulas-de-ouro-em-celulas-de-melanoma-(b16f10)
ISSN
2237-8073
Palavras-Chave
Câncer, melanoma, temozolomida, nanopartículas de ouro, B16F10.
Resumo
O câncer é considerado uma anormalidade genética que pode causar crescimento anormal de células. Ele pode invadir tecidos próximos ou distantes por meio de metástases. O câncer de pele do tipo melanoma, quando na sua forma maligna, representa a forma mais agressiva e mortal de câncer de pele. A quimioterapia é utilizada no tratamento de pacientes com melanoma estágio IV, no entanto, mesmo reduzindo o tamanho dos tumores, o seu efeito muitas vezes é apenas temporário e podem ocorrer efeitos colaterais severos. Temozolomida (TMZ) é prescrita por sua facilidade de administração, tolerabilidade e capacidade conhecida de cruzar a barreira hematoencefálica. Por outro lado, esse mostrou toxicidade sanguínea limitante da dose e hidrólise rápida, limitando em última análise sua eficácia antitumoral. Estudos recentes têm mostrado que nanopartículas de ouro (NPAu), com sua biocompatibilidade e potencial citotóxico em células tumorais, podem vir a ser combinadas com drogas quimioterápicas através de adsorção eletrostática ou ligações covalentes, podendo levar a um aprimoramento cooperativo no tratamento já existente. Com isso o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos citotóxicos do TMZ associado a NPAu (TNPAu) em linhagem celular de câncer de pele do tipo melanoma B16F10, a fim de reduzir as doses de TMZ e evitar efeitos colaterais, dando um maior conforto ao paciente. Para isso, uma NPAu foi sintetizada. Os efeitos citotóxicos do TMZ, NPAu e TNPAu foram avaliados através do teste de MTT, utilizando diferentes concentrações nos intervalos de 24, 48 e 72 h. Também avaliou-se o mecanismo de morte celular por citometria de fluxo. A TNPAu se mostrou citotóxica em células B16F10, mas não em células NIH3T3, quando comparado ao TMZ sozinho. O tratamento conjunto apresentou efeito sinérgico. Por fim a TNPAu levou as células B16F10 a apoptose tardia quando comparada ao controle. Tomados em conjunto, nossos resultados concluem que o uso da TNPAu levou a resultados melhores em relação a citotoxicidade em células B16F10 com concentrações mais baixas de TMZ, bem como se mostrou eficiente na indução de morte celular por apoptose quando comparado ao controle.
Título do Evento
XII Semana de Ciência e Tecnologia
Título dos Anais do Evento
Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense)
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital

Como citar

MELO, Maria Eduarda de et al.. AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DA TEMOZOLOMIDA ASSOCIADA A NANOPARTÍCULAS DE OURO EM CÉLULAS DE MELANOMA (B16F10).. In: Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense). Anais...Criciúma(SC) UNESC, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/sct2021/413802-AVALIACAO-DA-CITOTOXICIDADE-DA-TEMOZOLOMIDA-ASSOCIADA-A-NANOPARTICULAS-DE-OURO-EM-CELULAS-DE-MELANOMA-(B16F10). Acesso em: 20/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes