O IDEÁRIO DE ARTIGAS E CONTRIBUIÇÕES PARA O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO

Publicado em 23/09/2022 - ISSN: 2237-8073

Título do Trabalho
O IDEÁRIO DE ARTIGAS E CONTRIBUIÇÕES PARA O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO
Autores
  • Hellryck Inacio de Oliveira
  • Mauricio da Cunha Savino Filó
Modalidade
Pesquisa - Resumo em Andamento
Área temática
Ciências Sociais Aplicadas - Direito
Data de Publicação
23/09/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
www.even3.com.br/Anais/sct2021/410106-O-IDEARIO-DE-ARTIGAS-E-CONTRIBUICOES-PARA-O-CONSTITUCIONALISMO-BRASILEIRO
ISSN
2237-8073
Palavras-Chave
Artigas, Constituição, Uruguai
Resumo
O presente projeto tem como objetivo explorar, por meio de pesquisas os Ideais de José Gervasio Artigas, considerado o herói da nação Uruguaia que de forma direta contribuiu para a criação da primeira constituição do país e como pode ter contribuído para o constitucionalismo brasileiro. Suas lutas como militar foram direcionadas para a formação das províncias do Rio de la Plata, organizadas estritamente nos princípios do federalismo e da república, defendendo o que é hoje o Uruguai, exaltando seus discursos nacionalistas visando a democracia, liberdade e soberania. Os que pretendiam implementar a constituição da “Província Oriental del Uruguay,” em 1813, seguiam o ideário de Artigas, que se tratavam de concepções realizadas para que fosse possível a existência independente de Províncias do Plata, algo que se assemelha à experiência constitucional de Massachusetts (1870). Para tanto, adotou-se a o princípio da tripartição de poderes como princípio da liberdade. Podem-se verificar influências iluministas nos discursos de Artigas, que, no início da Assembleia Soberana da Província Oriental, disse: “Minha autoridade emana de vós e cessa por vossa presença soberana” (ARTIGAS, 1942, tradução nossa). Dessa forma, sendo considerado um herói humanitário, propondo uma reforma agrária e reafirmando valores humanos para os menos favorecidos como os índios, negros, viúvas e órfãos. A elite de Montevidéu indo contra os ideias revolucionários do caudilho, pediram auxílio dos portugueses e luso-brasileiros, que por fim acabaram ocupando a Província Cisplatina para impedir a possível união. De 1810 a 1820 se empenhou em batalhas até ser vencido e ter seu exílio no Paraguai. Sua brava defesa de autonomia que exerceu sobre as províncias contribuiu para a construção da constituição da República Oriental do Uruguai e a torná-los um estado independente da monarquia espanhola. Podemos através deste projeto, reconhecer os atributos de Artigas, sejam eles no campo político ou militar através da visão do Direito constitucional. .
Título do Evento
XII Semana de Ciência e Tecnologia
Título dos Anais do Evento
Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense)
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital

Como citar

OLIVEIRA, Hellryck Inacio de; FILÓ, Mauricio da Cunha Savino. O IDEÁRIO DE ARTIGAS E CONTRIBUIÇÕES PARA O CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO.. In: Anais da Semana de Ciência e Tecnologia (Universidade do Extremo Sul Catarinense). Anais...Criciúma(SC) UNESC, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/sct2021/410106-O-IDEARIO-DE-ARTIGAS-E-CONTRIBUICOES-PARA-O-CONSTITUCIONALISMO-BRASILEIRO. Acesso em: 16/04/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes