PRÁTICAS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE FRENTE A GESTÃO DE ENFERMAGEM.

Publicado em 22/02/2024 - ISBN: 978-65-272-0280-6

Título do Trabalho
PRÁTICAS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE FRENTE A GESTÃO DE ENFERMAGEM.
Autores
  • Yasmim Eugenio Lucena
  • Yasmin Machado
  • Brenda Viana Carvalho
  • Sabrina Furtado Cunha Araújo
Modalidade
Banner
Área temática
EIXO 5 - EDUCAÇÃO NA SAÚDE
Data de Publicação
22/02/2024
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/iiimostracientifica/754372-praticas-da-educacao-permanente-em-saude-frente-a-gestao-de-enfermagem
ISBN
978-65-272-0280-6
Palavras-Chave
Educação continuada, Educação em saúde, Gestão, Enfermagem.
Resumo
Introdução: A Educação Permanente em Saúde (EPS) é uma estratégia com potencial de produzir mudanças na atuação profissional, contextos de trabalho e na capacidade de gestão de processos nos serviços públicos de saúde. Nesse sentido, compreende-se aplicável na gestão de Serviços de Enfermagem, visto que os profissionais executam atividades importantes, sejam ações gerenciais, assistenciais e de educação em saúde. Objetivo Geral: Descrever, com base na literatura existente, a utilização da EPS na gestão de Enfermagem. Metodologia: Trata-se de um estudo de revisão de literatura sistemática, realizada através da busca de publicações dos últimos cinco anos nas bases de dados Lilacs e Scielo, por meio dos descritores “educação continuada”, “educação em saúde”, “gestão” e “enfermagem”. Nas buscas foram encontrados diversos artigos, com seleção inicial por título, em seguida por resumo considerando o assunto principal “educação permanente” e “enfermagem”, e seleção para análise crítica. Resultados: Os artigos selecionados apresentam que a educação permanente deve estar incorporada na rotina da gestão, serviços de controle e órgãos de enfermagem, uma vez que ela ressignifica as práticas e rotinas vivenciadas na rotina hospitalar, inclusive com a possibilidade de inovação nas suas práticas, como o Desing Thiking. Contudo, alguns achados revelaram que ainda são limitadas as discussões de aprendizagem nos campos da educação permanente em saúde e alguns profissionais chegam a confundir seus conceitos e atribuições. Conclusão: Conclui-se que a educação permanente em saúde é essencial para uma gestão de qualidade e promoção de mudanças nos serviços preventivos ou assistenciais de Enfermagem. Ademais, torna-se necessário incorporar o processo de aprendizagem e prática com intuito de superar barreiras que possam comprometer a EPS frente a gestão de Enfermagem.
Título do Evento
I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica da SES-MA
Cidade do Evento
São Luís
Título dos Anais do Evento
Anais do I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica SES-MA
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

LUCENA, Yasmim Eugenio et al.. PRÁTICAS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE FRENTE A GESTÃO DE ENFERMAGEM... In: Anais do I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica SES-MA. Anais...São Luís(MA) SES-MA / ESPMA, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/IIImostracientifica/754372-PRATICAS-DA-EDUCACAO-PERMANENTE-EM-SAUDE-FRENTE-A-GESTAO-DE-ENFERMAGEM. Acesso em: 21/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes