ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM LESÃO POR PRESSÃO EM ESTÁGIO III

Publicado em 22/02/2024 - ISBN: 978-65-272-0280-6

Título do Trabalho
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM LESÃO POR PRESSÃO EM ESTÁGIO III
Autores
  • Rebeka Gabrielly Pereira Soares
Modalidade
Comunicação Oral
Área temática
EIXO 2 - ATENÇÃO NAS LINHAS DE CUIDADO
Data de Publicação
22/02/2024
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/iiimostracientifica/753503-assistencia-de-enfermagem-ao-paciente-com-lesao-por-pressao-em-estagio-iii
ISBN
978-65-272-0280-6
Palavras-Chave
Lesão por pressão, enfermagem, processo de enfermagem
Resumo
INTRODUÇÃO: A lesão por pressão (LPP) refere-se a danos na pele e tecidos subjacentes, causados pela pressão prolongada e cisalhamento, sobre proeminências ósseas. São classificadas em estágios para avaliar a extensão e dano tissular. Representa um risco potencial aos pacientes com mobilidade reduzida e hospitalização prolongada. OBJETIVO: Relatar a assistência de enfermagem, ao paciente com LPP em estágio III, durante as práticas hospitalares no Hospital Universitário (HU). MÉTODO: Trata-se de um relato de experiência, fundamentado na teoria do processo de enfermagem (PE) de Wanda Horta, ao paciente que desenvolveu LPP em região sacro-lombar, após hospitalização prolongada. As práticas no HU ocorreram de 19 a 26 de maio de 2023. RESULTADOS: As etapas do PE de Wanda Horta, tornou possível a assistência com foco integral no paciente, identificando os problemas de enfermagem, as necessidades humanas básicas afetadas e grau de dependência. Após a construção das etapas, o plano de cuidados proporcionou à assistência diária prioritária, em principal a LPP. As evoluções diárias evidenciou melhora expressiva da lesão. Outrora, apresentava 6 cm de dimensão, exsudação serossanguínea, esfacelo em bordas e leito e sinais de infecção, mas ao final das práticas, observou-se progresso, apresentando tecido de granulação vermelho róseo, exsudação serosa e regressão da dimensão. Contudo, a melhora está associada ao uso de antissépticos prescritos no plano de cuidados, como a clorexidina degermante, PHMB (Polihexametileno biguanida), papaína em gel e pó. CONCLUSÃO: Durante a vivência, tornou-se possível pôr em prática o PE visto antes, apenas em teoria. Propiciando, experiências em suma importantes, para a formação do enfermeiro. Permitindo exercitar o senso crítico, reflexivo e estimulando a responsabilidade do cuidado. Ademais, cabe ao profissional de enfermagem possuir conhecimento científico, acerca da utilização adequada dos antissépticos, para que o processo cicatricial e o plano de cuidados de pacientes com integridade tissular prejudicada seja efetivo.
Título do Evento
I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica da SES-MA
Cidade do Evento
São Luís
Título dos Anais do Evento
Anais do I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica SES-MA
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

SOARES, Rebeka Gabrielly Pereira. ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM LESÃO POR PRESSÃO EM ESTÁGIO III.. In: Anais do I Congresso de Saúde Coletiva do Maranhão e III Mostra Científica SES-MA. Anais...São Luís(MA) SES-MA / ESPMA, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/IIImostracientifica/753503-ASSISTENCIA-DE-ENFERMAGEM-AO-PACIENTE-COM-LESAO-POR-PRESSAO-EM-ESTAGIO-III. Acesso em: 24/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes