BENZEDEIRA NÃO: AGENTE DE CURA E SUAS PRÁTICAS DE BENZEÇÃO.

Publicado em 03/05/2023 - ISBN: 978-85-5722-738-5

Título do Trabalho
BENZEDEIRA NÃO: AGENTE DE CURA E SUAS PRÁTICAS DE BENZEÇÃO.
Autores
  • Ana Paula Araújo Ramos
Modalidade
Comunicações Orais - Resumo Simples
Área temática
GT 6 - Saberes, culturas, saúde e ambientes amazônicos
Data de Publicação
03/05/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/iii-silssa/613846-benzedeira-nao--agente-de-cura-e-suas-praticas-de-benzecao
ISBN
978-85-5722-738-5
Palavras-Chave
benzeção, cura, fé
Resumo
GT6_ SABERES, CULTURAS, SAÚDE E AMBIENTES AMAZÔNICOS BENZEDEIRA NÃO: AGENTE DE CURA E SUAS PRÁTICAS DE BENZEÇÃO. Este trabalho intitulado Benzedeira não: agente de cura e suas práticas de benzeção foi desenvolvido durante a disciplina História Local e Fontes Orais, através do Programa Linguagens e Saberes na Amazônia (PPLSA), tendo como professor responsável o docente Érico da Silva Muniz. Com intuito, de contextualizar e correlacionar os textos discutidos e trabalhados em sala de aula e promover produções acadêmicas direcionadas a linha de pesquisa Sóciobiodiversidade e Saúde na Amazônia. Uma vez que, compreende-se a importância e relevância da história local e fontes orais como instrumento potencializador de pesquisas, pois dialoga com inúmeras áreas de conhecimento tais quais: história, antropologia, sociologia etc; sobretudo no que se refere as experiências, vivências e saberes dos sujeitos em diferentes contextos e tempos históricos. Deste modo, vale ressaltar que para realização deste, utilizou-se como instrumento de pesquisa a entrevista como recurso metodológico por meio de uma abordagem qualitativa, de natureza descritiva, tendo como referência apenas uma informante do sexo feminino, idosa conhecida por alguns populares como “benzedeira” a fim de conhecer e compreender a diversidade e o universo da benzeção em uma perspectiva histórica e sociocultural na cidade de Bragança – Pará. Portanto, ao integralizar este referido trabalho observou-se que a senhora entrevistada não considera-se benzedeira e sim “agente de cura”. Fato este, que não anula os seus conhecimentos empíricos, saberes e práticas tradicionais oriundos da curiosidade e observação do oficio de sua vó (benzedeira), de sua mãe (parteira) e do dom concedido por “Deus”.
Título do Evento
III SILSSA - Seminário Internacional Linguagens Saberes e Sociobiodiversidade na Amazônia
Cidade do Evento
Bragança
Título dos Anais do Evento
Anais do III Silssa - Seminário Internacional de Linguagens, Saberes e Sociobiodiversidade na Amazônia
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

RAMOS, Ana Paula Araújo. BENZEDEIRA NÃO: AGENTE DE CURA E SUAS PRÁTICAS DE BENZEÇÃO... In: Anais do III Silssa - Seminário Internacional de Linguagens, Saberes e Sociobiodiversidade na Amazônia. Anais...Bragança(PA) UFPA, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/iii-silssa/613846-BENZEDEIRA-NAO--AGENTE-DE-CURA-E-SUAS-PRATICAS-DE-BENZECAO. Acesso em: 19/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes