SENSIBILIZAÇÃO PARA O TRABALHO COM JOVENS ESTUDANTES À LUZ DA TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL: RELATO DE PRÁTICA DE ENSINO NA ESCOLA PÚBLICA

Publicado em 29/12/2023 - ISBN: 978-65-272-0183-0

Título do Trabalho
SENSIBILIZAÇÃO PARA O TRABALHO COM JOVENS ESTUDANTES À LUZ DA TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL: RELATO DE PRÁTICA DE ENSINO NA ESCOLA PÚBLICA
Autores
  • Priscilla Dalva Silvestre Rodrigues
  • Joana Rostirolla Batista de Souza
  • Iara Falleiros Braga
Modalidade
Resumo
Área temática
Educação e Juventudes
Data de Publicação
29/12/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/ii-seminario-internacional-de-terapia-ocupacional-educacao-dialogos-teoricos-e-metodologicos-para-a-inclusao-radicale-juventudes-391960/752401-sensibilizacao-para-o-trabalho-com-jovens-estudantes-a-luz-da-terapia-ocupacional-social--relato-de-pratica-de-en
ISBN
978-65-272-0183-0
Palavras-Chave
Terapia Ocupacional, educação, juventudes
Resumo
Introdução: A escola pública é um local propício para que estratégias, experiências de participação social, convívios e construções democráticas sejam desenvolvidas proporcionando projetos de autonomia e exercício de cidadania (Pan & Silva, 2016). Trazemos aqui, o relato de uma experiência no setor da educação, desenvolvida por discentes de Terapia Ocupacional com jovens estudantes, no âmbito de uma disciplina teórico-prática e tendo a terapia ocupacional social como metodologia de trabalho. Objetivos: Apresentar experiência de ensino envolvendo intervenções da terapia ocupacional com jovens estudantes do Ensino Fundamental II em uma escola pública. Método: Este relato tem a terapia ocupacional social como referencial teórico-metodológico, como também referenciais da sociologia e educação. As práticas ocorreram com uma turma do oitavo ano de uma escola municipal localizada na periferia de João Pessoa-PB. Os resgates das informações das práticas foram feitos a partir de registros de diários de campo, acervo fotográfico da discente, além dos relatórios técnico-profissionais das intervenções (Oficinas de atividades, dinâmicas e projetos com uma turma do oitavo ano), que aconteceram no primeiro semestre de 2022. Resultados e Discussões: Para atuar com sujeitos diversos e em diferentes situações, como no caso na escola, o terapeuta ocupacional pode se utilizar de referenciais teórico-metodológicos que facilitem e possibilitem a melhor efetivação de suas ações. Lopes et al. (2014) falam acerca das tecnologias sociais, isto é, recursos que abrangem ações micro e macrossociais. A turma da qual trata este trabalho carregava um perfil estigmatizado, sendo vistos pela comunidade escolar como “os mais bagunceiros e problemáticos da escola”. Quando a direção da escola soube que iríamos trabalhar com essa turma, fomos aconselhadas a adotar um perfil mais rígido com esses jovens, senão, de seu ponto de vista, eles não cooperariam com as nossas propostas. Acatamos, inicialmente, a sugestão, acreditando que assim teríamos maior engajamento, porém, pelo contrário, observamos que nossos primeiros encontros os levaram a nos associar à figura muito presente no senso comum do que seriam professoras autoritárias. Esses fatos nos levaram a sentimentos de intimidação e até desânimos com as práticas. Porém, ao longo das 10 semanas do desenvolvimento das Oficinas, a partir da mediação das docentes da disciplina e no acionamento de referenciais da terapia ocupacional social e outros, como sobre juventudes e projetos de vida, pudemos repensar nossa postura e possibilitar uma aproximação maior com esses estudantes, construindo e estreitando o vínculo com a turma. Focamos em nos preparar melhor para as atividades, atribuir significado a elas e elaborar os materiais para nossas intervenções que valorizassem seus interesses. No decorrer das Oficinas, foi perceptível que os jovens ficaram mais à vontade, bem como, que o vínculo foi fortalecido. Considerações finais: As intervenções realizadas pela terapia ocupacional com jovens estudantes de escola pública à luz do referencial teórico metodológico da terapia ocupacional social apontam para possibilidades concretas de contribuição para o setor da educação, favorecendo mudanças significativas nesse contexto, incentivando a participação ativa e democrática dos estudantes, o envolvimento nos processos decisivos da escola, bem como, na sensação de pertencimento a este espaço.
Título do Evento
II Seminário Internacional de Terapia Ocupacional, Educação e Juventudes: Diálogos Teóricos e Metodológicos para a Inclusão Radical
Cidade do Evento
São Carlos
Título dos Anais do Evento
Anais do Segundo Seminário Internacional de Terapia Ocupacional, Educação e Juventudes: diálogos teóricos e metodológicos para a inclusão radical
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

RODRIGUES, Priscilla Dalva Silvestre; SOUZA, Joana Rostirolla Batista de; BRAGA, Iara Falleiros. SENSIBILIZAÇÃO PARA O TRABALHO COM JOVENS ESTUDANTES À LUZ DA TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL: RELATO DE PRÁTICA DE ENSINO NA ESCOLA PÚBLICA.. In: Anais do segundo seminário internacional de terapia ocupacional, educação e juventudes: diálogos teóricos e metodológicos para a inclusão radical. Anais...São Carlos(SP) UFSCar, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/ii-seminario-internacional-de-terapia-ocupacional-educacao-dialogos-teoricos-e-metodologicos-para-a-inclusao-radicale-juventudes-391960/752401-SENSIBILIZACAO-PARA-O-TRABALHO-COM-JOVENS-ESTUDANTES-A-LUZ-DA-TERAPIA-OCUPACIONAL-SOCIAL--RELATO-DE-PRATICA-DE-EN. Acesso em: 12/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes