HIPERTENSÃO ARTERIAL COMO UM FATOR DE RISCO DA MANIFESTAÇÃO DA COVID-19 GRAVE

Publicado em 10/03/2023 - ISBN: 978-85-5722-648-7

Título do Trabalho
HIPERTENSÃO ARTERIAL COMO UM FATOR DE RISCO DA MANIFESTAÇÃO DA COVID-19 GRAVE
Autores
  • Andrezza Cristina Ribeiro Lima
  • Rafaelle Gouveia Lima
Modalidade
Resumo simples
Área temática
COVID-19
Data de Publicação
10/03/2023
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/ii-congresso-nacional-de-trauma-e-medicina-de-emergencia-293952/611220-hipertensao-arterial-como-um-fator-de-risco-da-manifestacao-da-covid-19-grave
ISBN
978-85-5722-648-7
Palavras-Chave
Hipertensão,; SARS-CoV-2,Potencializador
Resumo
Introdução: A covid-19 é uma doença respiratória com acometimento sistêmico importante, por causar uma resposta inflamatória e distúrbios imunológicos durante sua progressão. Diante disso, existem questionamentos acerca de condições preexistentes que servem como potencializadores desta infecção viral, tal como a hipertensão, que se caracteriza como uma comorbidade de alta prevalência e causa um desequilíbrio funcional. Objetivo: Analisar o prognóstico dos pacientes acometidos por covid-19 que possuem hipertensão arterial. Metodologia: O presente estudo consiste em uma revisão bibliográfica de caráter analítico-descritivo e de abordagem indireta. A busca foi realizada nas bases de dados Scielo, PubMed e Google acadêmico no período de janeiro e fevereiro de 2023, contemplando como critérios de inclusão os anos entre 2020 e 2023 e artigos que associavam este tema. Foram analisados e selecionados 10 artigos. Resultados: A maioria das investigações aponta uma maior suscetibilidade dos hipertensos aos desfechos desfavoráveis causados pela covid-19,já que ativação imune nestes pacientes é muito aumentada pelo vírus e por ter um mecanismo que leva a um estado-pró inflamatório potencializa a ineficiência do organismo de controlar o agravamento da covid-19. No entanto, a presença de outros fatores de risco não deve ser desconsiderada, tal como tabagismo, sedentarismo, idade avançada e imunossupressão, chegando à conclusão que a hipertensão não permanece como fator de risco independente. Além disso, alguns estudos compararam o tratamento por hipertensivos, principalmente IECAs e BRA, como agravante do covid-19, obtendo como resultado que o uso destes medicamentos não altera o prognóstico dos pacientes hipertensos com covid-19, considerando que os riscos de sua suspensão são ligeiramente maiores se comparado a repercussão negativa desta doença crônica. Conclusão: Pacientes com hipertensão arterial têm uma maior tendência ao agravamento do quadro, fato que enfatiza, tanto a necessidade de um melhor manejo dos grupos de riscos, quanto a importância do tratamento.
Título do Evento
II Congresso Nacional de Trauma e Medicina de Emergência
Título dos Anais do Evento
Anais do II Congresso Nacional de Trauma e Medicina de Emergência
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

LIMA, Andrezza Cristina Ribeiro; LIMA, Rafaelle Gouveia. HIPERTENSÃO ARTERIAL COMO UM FATOR DE RISCO DA MANIFESTAÇÃO DA COVID-19 GRAVE.. In: Anais do II Congresso Nacional de Trauma e Medicina de Emergência. Anais...Manaus(AM) Manaus, 2023. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/ii-congresso-nacional-de-trauma-e-medicina-de-emergencia-293952/611220-HIPERTENSAO-ARTERIAL-COMO-UM-FATOR-DE-RISCO-DA-MANIFESTACAO-DA-COVID-19-GRAVE. Acesso em: 21/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes