A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL CONVERSACIONAL E O SENTIMENTO DAS PESSOAS NA PANDEMIA DE COVID-19: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

Publicado em 24/12/2021 - ISBN: 978-65-5941-507-6

Título do Trabalho
A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL CONVERSACIONAL E O SENTIMENTO DAS PESSOAS NA PANDEMIA DE COVID-19: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA
Autores
  • Roger Vinícius da Silva Costa
  • IARA CARNEVALE DE ALMEIDA
Modalidade
POSTER
Área temática
Inovação na atenção à saúde
Data de Publicação
24/12/2021
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
www.even3.com.br/Anais/consaude_hc_ufpe/410565-A-INTELIGENCIA-ARTIFICIAL-CONVERSACIONAL-E-O-SENTIMENTO-DAS-PESSOAS-NA-PANDEMIA-DE-COVID-19--UMA-REVISAO-SISTEMAT
ISBN
978-65-5941-507-6
Palavras-Chave
atenção à saúde, coronavírus, emoção, robô, sofrimento mental
Resumo
A pandemia de COVID-19 intensificou o sofrimento mental e, consequentemente, potencializou o risco ao suicídio. Nesse contexto, revisões bibliográficas com seleção de fontes por conveniência, apontam a inteligência artificial conversacional (IAC) como uma tecnologia capaz de aliviar o sofrimento mental dos usuários por meio do diálogo. Contudo, revisões de escopo não identificam aplicações diretamente relacionadas ao sentimento das pessoas. Diante desse quadro, este estudo pretende responder ao problema científico: “como usar a IAC em atendimentos automáticos para melhorar o sentimento dos usuários de sistemas computacionais da área da saúde no contexto da pandemia de COVID-19?”. Para responder este problema, foi realizada uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL) no Google Acadêmico, ao longo de 7 etapas e com base em 8 critérios de inclusão e 9 critérios de exclusão. Foram encontrados 2.927 resultados brutos em junho de 2021, dentre os quais foram selecionados 5 artigos empíricos em inglês. Estes estudos abordam diferentes tipos de sistema e utilizam métodos distintos que respondem (total ou parcialmente) ao problema deste estudo: propõem desenvolver chatbots (robôs que usam primordialmente texto), voicebots (robôs que enfatizam a interação por voz) ou agentes virtuais (robôs multimodais que falam, escrevem e gesticulam), para fins de informação sobre a doença, avaliação de sintomas ou intervenção primária na saúde dos usuários. Dessa forma, os sistemas procuram reduzir o sofrimento mental causado pelo medo de morrer infectado ou de perder entes queridos, e pela baixa qualidade de sono e/ou sintomas da COVID-19. Conclui-se que a IAC apresenta diferentes possibilidades de uso de chatbots, voicebots e agentes virtuais, com o potencial de melhorar o sentimento das pessoas diante da pandemia de COVID-19. Salienta-se que deve ser realizado novo estudo bibliográfico com aplicação de RSL em periódicos com acesso pago.
Título do Evento
I CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE DO HC-UFPE - INOVAÇÃO E INTERPROFISSIONALIDADE
Título dos Anais do Evento
Anais do Congresso Internacional em Saúde do Hospital das Clínicas da UFPE: Inovação e Interprofissionalidade
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

COSTA, Roger Vinícius da Silva; ALMEIDA, IARA CARNEVALE DE. A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL CONVERSACIONAL E O SENTIMENTO DAS PESSOAS NA PANDEMIA DE COVID-19: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA.. In: Anais do Congresso Internacional em Saúde do Hospital das Clínicas da UFPE: Inovação e Interprofissionalidade. Anais...Recife(PE) Plataforma Virtual, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/consaude_hc_ufpe/410565-A-INTELIGENCIA-ARTIFICIAL-CONVERSACIONAL-E-O-SENTIMENTO-DAS-PESSOAS-NA-PANDEMIA-DE-COVID-19--UMA-REVISAO-SISTEMAT. Acesso em: 25/04/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes