OS VÍNCULOS AFETIVOS NA CONTEMPORANEIDADE

Publicado em 30/12/2020 - ISBN: 978-65-5941-071-2

Título do Trabalho
OS VÍNCULOS AFETIVOS NA CONTEMPORANEIDADE
Autores
  • Talita Macedo De Oliveira
  • Adriana Oliveira Araujo Alves
  • Adriana Rita Sordi
Modalidade
Pôster (Resumo Simples)
Área temática
Psicologia
Data de Publicação
30/12/2020
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/conigran2020/265890-os-vinculos-afetivos-na-contemporaneidade
ISBN
978-65-5941-071-2
Palavras-Chave
Afetividade, vínculos, narcisismo, contemporaneidade.
Resumo
Para compreender as configurações dos vínculos afetivos na contemporaneidade e abordar questões de um novo formato de vinculação afetiva, se torna importante evidenciar a transformação de tais configurações no momento atual, demonstrando a importância dos vínculos afetivos para a formação da psique infantil, levantando prejuízos na formação dos vínculos afetivos contemporâneos e salientando a imagem narcísica do sujeito como ideal do sistema capitalista. Neste estudo foi norteado por interfaces de pesquisas descritivas, bem como artigos científicos, livros, teses de mestrado, organizada conforme a perspectiva do desenvolvimento humano na psicologia na vertente da psicanálise, datados de 2015 a 2020, com finalidade de compreender a formação e manutenção dessas relações, que caminham no sentido individualista, hedonista, e uma sociedade marcada pelo imediatismo, priorizando-se o prazer, porém sem satisfação, causando um mal-estar social. Neste sentido levantou-se evidências das mudanças e possíveis prejuízos na subjetividade humana na formação dos novos vínculos familiares, analisou-se as novas sintomatologias e patologias que estão surgindo diante dessas mudanças, compreendendo-se a imagem narcísica desse sujeito que se apresenta como ideal do sistema capitalista e as consequências deste novo modelo de interação afetiva, onde há a troca de uma vinculação física pelo virtual, e nesta condição o surgimento de patologias e o desamparo emocional desse sujeito. Através de uma revisão literária da psicologia diante da visão de teóricos como Jacques Lacan, Sigmund Freud, Zygmunt Bauman, Donald Winnicott entre outros, compreendeu-se e ampliou-se discussões sobre os vínculos afetivos familiares na contemporaneidade demonstrando uma problemática individual, familiar e consequentemente social. Frente a essa problemática, para que haja um resgate individual, familiar e social e reverter essa realidade, considera-se a afetividade um fator primordial e essencial para o desenvolvimento de bem-estar do ser humano, com fins de relevância dos benefícios como empatia com o próximo, além de oferecer suporte e estabilidade emocional, assim enfraquecer o desamparo do sujeito contemporâneo. O idioma utilizado no trabalho de conclusão de curso foi à língua portuguesa, originaria do Brasil.
Título do Evento
CONIGRAN 2020 - Congresso Integrado UNIGRAN Capital
Cidade do Evento
Campo Grande
Título dos Anais do Evento
Anais do CONIGRAN 2020 - Congresso Integrado UNIGRAN Capital
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

OLIVEIRA, Talita Macedo De; ALVES, Adriana Oliveira Araujo; SORDI, Adriana Rita. OS VÍNCULOS AFETIVOS NA CONTEMPORANEIDADE.. In: Anais do CONIGRAN 2020 - Congresso Integrado UNIGRAN Capital. Anais...Campo Grande(MS) UNIGRAN Capital, 2020. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/conigran2020/265890-OS-VINCULOS-AFETIVOS-NA-CONTEMPORANEIDADE. Acesso em: 13/07/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes