ANÁLISE DA FUNCIONALIDADE E RISCOS DE QUEDAS EM INDIVÍDUOS COM DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS EM LAGARTO/SE

Publicado em 03/11/2021 - ISBN: 978-65-5941-387-4

Título do Trabalho
ANÁLISE DA FUNCIONALIDADE E RISCOS DE QUEDAS EM INDIVÍDUOS COM DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS EM LAGARTO/SE
Autores
  • Gabriel Do Nascimento Santos
  • Gisele Pereira Da Matta Melo
  • Isaac de Andrade Santos
  • Johnatan Weslley Araújo Cruz
  • Iandra Maria Pinheiro de França Costa
Modalidade
Fisioterapia nas diversas áreas do conhecimento
Área temática
Fisioterapia aplicada as diversas áreas do conhecimento
Data de Publicação
03/11/2021
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/cbdfisio/416788-analise-da-funcionalidade-e-riscos-de-quedas-em-individuos-com-doencas-neurodegenerativas-em-lagartose
ISBN
978-65-5941-387-4
Palavras-Chave
Estado Funcional, Doenças Neurodegenerativas, Doença de Parkinson, Doença de Alzheimer
Resumo
Introdução: As doenças neurodegenerativas (DN) são causas comuns e crescentes de morbidade e mortalidade em todo o mundo, como a Doença de Alzheimer e a Doença de Parkinson. As DN tendem a impactar a funcionalidade e consequentemente o aumento do risco de quedas, pois afetam os aspectos fisiológicos, sociais e emocionais, comprometendo a adaptação e interação da população em seu ambiente habitual. Objetivo: Avaliar a funcionalidade e o risco de quedas de indivíduos com doenças neurodegenerativas. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo e transversal, de abordagem quantitativa, realizado com indivíduos que possuem diagnóstico de doença neurodegenerativa e que são moradores da cidade de Lagarto, Sergipe. Para avaliação da funcionalidade e risco de quedas, foram utilizados os testes timed up and go (TUG), sentar e levantar cinco (5) vezes, miniexame de estado mental (MEEM) e a medida de independência funcional. Resultados: Foram incluídos 8 participantes, sendo 4 do gênero masculino e 4 do gênero feminino, idade média de 65 anos, renda familiar de até 1,25 salários mínimos e 4 possuíam escolaridade até o ensino fundamental menor. Em relação ao TUG, os participantes obtiveram uma média de 21 segundos, indicando um risco de quedas moderado. No teste de Sentar e Levantar 5 vezes, obteve-se uma média de 17 segundos entre os indivíduos, o que equivale a risco de quedas recorrentes, ritmo lento de caminhada e déficits na funcionalidade. Apesar da média do MEEM ter sido 20,375, considerado abaixo do esperado, não houve impacto na funcionalidade dos pacientes. No que diz respeito à MIF, obteve-se uma média de 99,125, caracterizando, assim, os participantes como dependentes de poucos cuidados em suas atividades de vida diária, precisando então de uma ajuda mínima com os seus afazeres. Conclusão: Diante dos resultados, os indivíduos apresentam um moderado risco de quedas, além de requererem ajuda leve-moderada para as atividades de vida diária, de modo a influenciar negativamente a sua independência funcional.
Título do Evento
II Congresso Brasileiro Digital de Fisioterapia
Título dos Anais do Evento
Anais do II Congresso Brasileiro Digital de Fisioterapia
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

SANTOS, Gabriel Do Nascimento et al.. ANÁLISE DA FUNCIONALIDADE E RISCOS DE QUEDAS EM INDIVÍDUOS COM DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS EM LAGARTO/SE.. In: Anais do II Congresso Brasileiro Digital de Fisioterapia. Anais...Aracaju (SE) Instituto HHIB, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/cbdfisio/416788-ANALISE-DA-FUNCIONALIDADE-E-RISCOS-DE-QUEDAS-EM-INDIVIDUOS-COM-DOENCAS-NEURODEGENERATIVAS-EM-LAGARTOSE. Acesso em: 20/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes