A PERDA DE FLORESTA NA PAISAGEM MUDA A DINÂMICA DE SUNFLECKS EM FRAGMENTOS DE FLORESTA NO SUL DA BAHIA, BRASIL

Publicado em 04/07/2022 - ISBN: 978-65-5941-740-7

Título do Trabalho
A PERDA DE FLORESTA NA PAISAGEM MUDA A DINÂMICA DE SUNFLECKS EM FRAGMENTOS DE FLORESTA NO SUL DA BAHIA, BRASIL
Autores
  • Igor Pires Reis
  • larissa rocha santos
  • Adrielle Leal
  • Deborah Fariah
  • Marcelo Schramm Mielke
Modalidade
Resumos simples
Área temática
Fisiologia Vegetal/Ecofisiologia
Data de Publicação
04/07/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/41erbot/416851-a-perda-de-floresta-na-paisagem-muda-a-dinamica-de-sunflecks-em-fragmentos-de-floresta-no-sul-da-bahia-brasil
ISBN
978-65-5941-740-7
Palavras-Chave
Floresta Atlântica brasileira; Clareiras em dosséis florestais; Sub-bosque florestal; Gap Light Analyzer; Perda de habitat
Resumo
A perda de habitat e a fragmentação florestal são processos que levam a alterações na composição florística dos remanescentes florestais, afetando diretamente a sobrevivência das árvores de grande porte, ou emergentes. Este aumento na mortalidade de árvores cria clareiras no dossel da floresta de diferentes tamanhos que, em última análise, determinam a radiação solar disponível no sub-bosque da floresta. A dinâmica de sunflecks, que é um proxy do regime de luz no sub-bosque, tem influência no ganho de carbono da vegetação do sub-bosque e no processo de regeneração e recrutamento de plântulas. O presente estudo teve como objetivo avaliar como a perda de cobertura florestal em escala de paisagem afeta a ocorrência e a dimensão de clareiras no dossel florestal, usando a frequência e duração de sunflecks. Esperamos que paisagens com menor cobertura florestal tenham clareiras de maior tamanho e, consequentemente, apresentem mais sunflecks de longa duração. Por outro lado, paisagens mais florestadas, devem apresentar maior número de sunflecks de curta duração. Foram selecionados 18 fragmentos em um gradiente contínuo de perda de cobertura florestal, localizados nos municípios de Una e Belmonte no sul da Bahia. Foram estabelecidas parcelas de 100 x 50 m. Nessas parcelas foram obtidas 10 fotos hemisféricas. As fotografias hemisféricas foram obtidas utilizando uma câmera digital Nikon Coolpix 4300, equipada com uma lente (180º). As imagens foram analisadas utilizando-se o software Gap Light Analyzer (GLA). Os sunflecks foram divididos em 6 grupos de classes temporais diferentes: 2 > 4 min, 4 > 8 min, 8 > 16 min, 16 > 32 min, 32 > 64 min e = 64 min. Evidenciamos que o desmatamento em escala de paisagem aumentou a frequência de todos os intervalos de sunflecks à partir de > 8 min, e particularmente os sunflecks de longa duração (> 32 min). Nós propomos que o aumento da frequência de sunflecks de tempos maiores reduz a adequação de habitats de algumas espécies vegetais tolerantes à sombra em fragmentos mais desmatados, sendo o sunfleck um mecanismo proximal potencial que contribui para mudanças na composição de árvores observadas em fragmentos florestais mais desmatados na paisagem. (CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior)
Título do Evento
41 Encontro Regional de Botânicos
Título dos Anais do Evento
Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

REIS, Igor Pires et al.. A PERDA DE FLORESTA NA PAISAGEM MUDA A DINÂMICA DE SUNFLECKS EM FRAGMENTOS DE FLORESTA NO SUL DA BAHIA, BRASIL.. In: Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES. Anais...Itabuna(BA) UFSB, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/41erbot/416851-A-PERDA-DE-FLORESTA-NA-PAISAGEM-MUDA-A-DINAMICA-DE-SUNFLECKS-EM-FRAGMENTOS-DE-FLORESTA-NO-SUL-DA-BAHIA-BRASIL. Acesso em: 13/07/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes