FITOSSOCIOLOGIA DE UMA COMUNIDADE DE LIANAS NA GLEBA II DO REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE AIMORÉS

Publicado em 04/07/2022 - ISBN: 978-65-5941-740-7

Título do Trabalho
FITOSSOCIOLOGIA DE UMA COMUNIDADE DE LIANAS NA GLEBA II DO REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE AIMORÉS
Autores
  • Lívia Maysa do Amaral Lima Fernandes
  • Veridiana de Lara Weiser
Modalidade
Resumos simples
Área temática
Florística, Fitossociologia e Fitogeografia
Data de Publicação
04/07/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/41erbot/415471-fitossociologia-de-uma-comunidade-de-lianas-na-gleba-ii-do-refugio-de-vida-silvestre-aimores
ISBN
978-65-5941-740-7
Palavras-Chave
trepadeira lenhosa, levantamento fitossociológico, cerrado, biodiversidade
Resumo
As lianas são plantas trepadeiras lenhosas características das florestas tropicais e desempenham papéis importantes nas comunidades vegetais, atuando na dinâmica e regeneração florestal. Além de incrementar a abundância e a diversidade, as lianas influenciam no recrutamento, desenvolvimento e sobrevive^ncia das a´rvores, na alterac¸a~o da composic¸a~o da comunidade de plantas, no armazenamento de carbono e nos fluxos de a´gua e nutrientes. Nosso objetivo foi caracterizar a estrutura fitossociológica de uma comunidade de lianas em um fragmento de cerradão protegido de distúrbios há décadas. Inventariamos as espécies de lianas em uma área de 0,5 ha situada na parte sudoeste da Gleba II do Refu´gio de Vida Silvestre Aimore´s, pertencente ao Mosaico de Unidades de Conservação do Cerrado Paulista, na região centro-oeste do estado de Sa~o Paulo, no sudeste do Brasil. No período de setembro de 2020 a julho de 2021, amostramos em 50 parcelas de 10 m x 10 m, todos os indivíduos lianas com diâmetro à altura do solo (DAS) igual ou superior a 1 cm e enraizados dentro das parcelas. Estimamos os parâmetros fitossociológicos de densidade absoluta, densidade relativa, freque^ncia absoluta, freque^ncia relativa, domina^ncia absoluta, domina^ncia relativa e o i´ndice de valor de importa^ncia no programa FITOPAC 2.1. Inventariamos 870 indivíduos de 23 espécies, sendo Banisteriopsis anisandra (A.Juss.) B.Gates, seguida de Serjania lethalis A.St.-Hil. e Forsteronia glabrescens Müll.Arg., as espécies mais importantes na comunidade. A importância de Banisteriopsis anisandra (A.Juss.) B.Gates na área de estudo consiste no fato desta espécie apresentar os maiores valores em todos os três atributos que compõe o índice de valor de importância, densidade relativa, frequência relativa e dominância relativa. A dominância relativa desta espécie foi muito expressiva tanto pelo fato dela ter apresentado muitos indivíduos quanto por possuir indivíduos muito volumosos, isto é, com uma significativa área basal. Os atributos que contribuíram para a importância de Serjania lethalis A.St.-Hil. na comunidade foram dominância relativa e frequência relativa, enquanto densidade relativa foi o atributo fitossociológico que contribui para a importância de Forsteronia glabrescens Müll.Arg. na comunidade (CAPES).
Título do Evento
41 Encontro Regional de Botânicos
Título dos Anais do Evento
Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

FERNANDES, Lívia Maysa do Amaral Lima; WEISER, Veridiana de Lara. FITOSSOCIOLOGIA DE UMA COMUNIDADE DE LIANAS NA GLEBA II DO REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE AIMORÉS.. In: Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES. Anais...Itabuna(BA) UFSB, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/41erbot/415471-FITOSSOCIOLOGIA-DE-UMA-COMUNIDADE-DE-LIANAS-NA-GLEBA-II-DO-REFUGIO-DE-VIDA-SILVESTRE-AIMORES. Acesso em: 19/07/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes