ANATOMIA DA RAIZ DE DUAS ESPÉCIES DE ORCHIDACEAE

Publicado em 04/07/2022 - ISBN: 978-65-5941-740-7

Título do Trabalho
ANATOMIA DA RAIZ DE DUAS ESPÉCIES DE ORCHIDACEAE
Autores
  • João Paulo Oliveira Ribeiro
  • RODRIGO SOUSA GONCALVES
  • Ana Carolina Oliveira Ribeiro
  • Cleber José da Silva
Modalidade
Resumos simples
Área temática
Anatomia Vegetal
Data de Publicação
04/07/2022
País da Publicação
Brasil
Idioma da Publicação
Português
Página do Trabalho
https://www.even3.com.br/anais/41erbot/413698-anatomia-da-raiz-de-duas-especies-de-orchidaceae
ISBN
978-65-5941-740-7
Palavras-Chave
Cattleya, Oeceoclades, orquídeas, morfoanatomia.
Resumo
RESUMO Orchidaceae Juss. é uma família botânica que agrupa mais de 25.000 espécies distribuídas em quase 1.000 gêneros. Dentre este grande número de espécies, temos a Cattleya caulescens (Lindl.) van den Berg, de hábito rupícola, endêmica do estado de Minas Gerais e a Oeceoclades maculata Lindl., terrícola, sendo a única representante do gênero no Brasil. Os estudos anatômicos contribuem para o entendimento e compreensão da adaptação das espécies aos diferentes hábitos de fixação ao substrato existentes explorados pelas Orchidaceae. Assim, o presente estudo visa contribuir para o conhecimento da anatomia da raiz de duas espécies de orquídeas ocorrentes no sul de Minas Gerais. Indivíduos de C. caulescens e O. maculata, foram coletados no município de Itutinga - MG, sendo encaminhadas ao Laboratório de Anatomia Vegetal da UFSJ/CSL. Cortes transversais e longitudinais das raízes foram obtidos por meio da técnica do corte à mão livre, sendo clarificados em hipoclorito de sódio 10% e em seguida lavados e corados com azul de alcian 1% e fucsina básica 0,5%. Lâminas semipermanentes foram montadas em gelatina glicerinada. As raízes das duas espécies apresentam formato circular, sendo compostas por velame, córtex e cilindro vascular. O velame para ambas as espécies é composto por 7-8 camadas de células e o córtex de 10 – 11 células. Ambas possuem exoderme e endoderme unisseriada. A exoderme em C. caulescens tipo “O” enquanto que em O. maculata apresenta células com espessamento de parede tipo “U” invertido. O cilindro vascular, envolto pelo periciclo, é constituído por células do floema e do xilema intercalados, configurando assim uma raiz poliarca. Na região da medula, observa-se a presença de células parenquimáticas. Os caracteres anatômicos observados em ambas espécies em estudo também são ocorrentes em outras espécies da família Orchidaceae e seus respectivos gêneros. (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES e Universidade Federal de São João del Rei)
Título do Evento
41 Encontro Regional de Botânicos
Título dos Anais do Evento
Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES
Nome da Editora
Even3
Meio de Divulgação
Meio Digital
DOI
LinkObter o DOI

Como citar

RIBEIRO, João Paulo Oliveira et al.. ANATOMIA DA RAIZ DE DUAS ESPÉCIES DE ORCHIDACEAE.. In: Anais do 41º Encontro Regional de Botânicos - Regional MG, BA, ES. Anais...Itabuna(BA) UFSB, 2021. Disponível em: https//www.even3.com.br/anais/41erbot/413698-ANATOMIA-DA-RAIZ-DE-DUAS-ESPECIES-DE-ORCHIDACEAE. Acesso em: 15/06/2024

Trabalho

Even3 Publicacoes